TV, celular, vídeogames e outros produtos que serão ‘queridinhos’ na Black Friday

A Black Friday é realizada anualmente, sendo uma das datas mais aguardadas do calendário comercial tanto para lojistas quanto para consumidores. Em 2021, a data acontece em 26 de novembro, e os eletrônicos como TVs, celulares e videogames prometem fazer sucesso na procura e nos descontos.

Todos os anos, na última sexta-feira do mês de novembro, a Black Friday oferece promoções e altos descontos para quem esperou o ano inteiro pela data. No Brasil, a expectativa é que o evento movimente R$ 110 bilhões.

Vendas digitais prometem fazer sucesso

Mesmo diante do avanço da vacinação, grande parte dos consumidores devem realizar suas compras de maneira digital, é o que aponta a Pesquisa Retomada do Consumo 2021, do Behup para Inteligência de Mercado Globo, que afirma que 80% dos consumidores têm pretensão de comprar online.

O hábito da compra digital se intensificou diante da pandemia do coronavírus e além de ser uma maneira segura de não perder as ofertas da Black Friday, o consumidor não abrirá mão do seu conforto em filas e lojas agitadas.

Produtos mais procurados na Black Friday 2021

Alguns produtos prometem ser os mais procurados durante a data. Brasileiros esperam o ano inteiro pelas promoções dos aparelhos eletrônicos, por isso televisores, celulares e vídeo games devem liderar as buscas.

Acessórios, calçados e móveis também aparecem como produtos que serão procurados pelos consumidores na Black Friday de 2021. Com a promessa de sucesso dos e-commerces, os critérios para as compras vão de preço e qualidade até frete grátis que passa a se tornar um fator importante.

Onde o brasileiro pretende gastar?

Em pesquisa realizada pela Conversion, agência de Search Engine Optimization (SEO), o e-commerce preferido dos brasileiros são as Lojas Americanas, com 17,67% da preferência dos entrevistados. Em seguida aparece a Magazine Luiza com 14,9% da preferência dos entrevistados e a Amazon com 11,98% da preferência. 

As Casas Bahia tem 9,83% da intenção de compra dos entrevistados e não muito distante aparece o Mercado Livre com 9,68%. Não sendo surpresa, a lista se encerra com a Shopee com 6,76%, a plataforma de vendas fez sucesso e conquistou espaço no mercado durante o último ano.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!