Bolsonaro diz que saúde e educação serão prejudicadas com liberação de absorventes grátis

Presidente ameaça novo corte orçamentário caso tenha suas decisões questionadas. Nesse final de semana, o chefe de estado, Jair Bolsonaro, deu uma entrevista afirmando que irá reajustar a folha financeira da educação e da saúde caso o Congresso derrube seu veto sobre a distribuição gratuita de absorvente. A proposta foi debatida na última semana.

Bolsonaro diz que saúde e educação serão prejudicadas com liberação de absorventes grátis (Imagem: Gazeta do Povo)
Bolsonaro diz que saúde e educação serão prejudicadas com liberação de absorventes grátis (Imagem: Gazeta do Povo)

Na semana passada, parlamentares se reuniram para aprovar a implementação de um projeto de lei que tem como finalidade garantir a concessão gratuita de absorventes para as mulheres e adolescentes em situação de vulnerabilidade. Bolsonaro, no entanto, vetou a proposta sem grandes justificativas.

Bolsonaro proíbe distribuição de absorventes

De acordo com o chefe de estado, a medida não se enquadra nas prioridades de seu governo, mesmo que o assunto seja debatido como uma questão de saúde pública. Diante disso, decretou seu veto, afirmando que caso fosse derrubado iria gerar novos cortes em pastas importantes, como educação e saúde.

A (proposta aponta que a) despesa é em torno de R$ 100 milhões, mas é muito mais, pela quantidade de pessoas que precisam. Não é a cegonha que vai levar o absorvente pelo Brasil todo. Alguém tem que levar, tem que fazer a logística disso. Se o Congresso derrubar o veto do absorvente eu vou ter que tirar dinheiro da saúde e da educação. (Porque) Vai ter que tirar de algum lugar”, afirmou Bolsonaro para jornalistas cariocas.

O chefe de estado informou ainda que pode voltar atrás na medida, desde que sejam encontradas alternativas fiscais para garantir a prioridade dos projetos apoiados por ele.

“Quando qualquer projeto cria despesa, o parlamentar sabe que tem que apresentar a fonte de custeio. Quando não apresenta, se eu sanciono, eu estou incluso no artigo 85 da Constituição, crime de responsabilidade”, pontuou.

Quais mulheres seriam beneficiadas com a distribuição de absorventes?

  • estudantes de baixa renda matriculadas em escolas da rede pública de ensino;
  • mulheres em situação de rua ou em situação de vulnerabilidade social extrema;
  • mulheres apreendidas e presidiárias, recolhidas em unidades do sistema penal; e
  • mulheres internadas em unidades para cumprimento de medida socioeducativa.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA