Vendas no Dia das Crianças devem girar R$ 7 bilhões na economia, aponta CNC

Uma pesquisa da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), revelou uma estimativa de R$7,43 bilhões de movimentação financeira no varejo para o Dia das Crianças. Caso essa projeção se torne uma realidade, este será o maior faturamento do comércio varejista brasileira para a data, desde 2015.

Vendas no Dia das Crianças devem girar R$ 7 bilhões na economia, aponta CNC
Vendas no Dia das Crianças devem girar R$ 7 bilhões na economia, aponta CNC (Imagem: Idelfonso Pinheiro)

O Dia das Crianças é a terceira data mais importante para o comércio varejista, ficando atrás somente do Natal e Dia das Mães. Em 2020, a movimentação financeira para o dia 12 de outubro, totalizou R$6,52 bilhões, o resultado mais baixo desde 2009, quando foi registrado R$6,18 bilhões, revelando retração de 11,3% em relação a 2019, de R$ 7,35 bilhões.

Fábio Bentes, economista sênior da CNC, disse que o crescimento de 14% neste ano, com a inflação já descontada, é atribuída à fraca base comparativa do ano passado sobre 2019, momento em que a receita das vendas foi de R$7,35 bilhões.

Fábio diz acreditar que da mesma forma que aconteceu em 2017 e constatado nos anos anteriores, a recuperação das vendas é uma tendência. “De 2017 em diante, as vendas vieram crescendo pouco, mas cresceram, e foram interrompidas por esse ano atípico de 2020 (devido à pandemia da covid-19)”, disse.

O otimismo com o crescimento das vendas para a data neste ano, são decorrentes do  aumento de 34% na circulação de consumidores que foi registrado desde o fim da segunda onda da pandemia do coronavírus, em outubro do ano passado, até o fim de setembro deste ano.

“Isso aí é o lastro do otimismo no comércio. Foi assim também nas datas comemorativas pós segunda onda da covid-19. Desde o final da segunda onda, a gente observa um aumento contínuo na movimentação do varejo”.

A CNC diz que os eletrônicos e os brinquedos novamente serão os mais vendidos para a data, com 31% de todo o volume projetado. Na sequência vem o setor de vestuário e calçados.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA