Carnaval no Rio de Janeiro confirmado! Prefeito afirma desejo na festa em 2022

Uma das maiores festas do Brasil, o Carnaval no Rio de Janeiro, poderá ser realizado em 2022. Desde que alguns parâmetros em relação à pandemia de Covid-19 sejam atendidos. Segundo especialistas, um desses é a apresentação do passaporte de vacinação nas fronteiras. Enquanto isso, o prefeito Eduardo Paes confirma a festa sem distanciamento ou redução de público. 

Carnaval no Rio de Janeiro confirmado! Prefeito afirma desejo na festa em 2022
Carnaval no Rio de Janeiro confirmado! Prefeito afirma desejo na festa em 2022 (Imagem: Fernando Grilli/Riotur)

Na última sexta-feira (1°), o secretário municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz, e especialistas em epidemiologia da Fiocruz e UFRJ opinaram sobre o Carnaval 2022. A reunião aconteceu durante uma audiência pública da Câmara de Vereadores.

Segundo eles, será possível realizar o Carnaval do Rio 2022. Porém, será preciso que os números da pandemia de Covid-19 atinjam certos parâmetros. Já que a festa de rua será mais difícil para ser controlada.

Diante disso, o diretor da Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz, Hermano Castro, e o epidemiologista da UFRJ, Roberto Medronho, elaboraram um documento orientador que define as seguintes condições necessárias para a realização do carnaval:

  • 80% da população com o esquema vacinal completo;
  • Taxa de transmissão da variante delta na faixa de 5, para pessoas acima de 12 anos;
  • Informações precisas e monitoramento sobre número de pessoas com síndrome gripal nas unidades de emergência;
  • Leitos e enfermarias disponíveis;
  • Controle em hotéis, pousadas e hostel com o passaporte de vacinação, com apoio da Riotur;
  • Controle do passaporte de vacinação nas fronteiras aéreas, terrestres e marítimas;
  • Testagem de antígeno (teste rápido) em todos os ambientes controlados;
  • Oferta de atendimento/assistência e testagem (projeto de segurança sanitária) para os trabalhadores do carnaval, principalmente os de barracão;
  • Oferta de máscara, garantia de distanciamento em ambientes controlados [como os desfiles de escolas de samba, mas não os blocos de rua] e higienização das mãos;
  • Construção de mecanismos para monitorar os indicadores;
  • Baixa média de novos casos.

Segundo o pneumologista, o carnaval de rua não tem como ser um ambiente controlado. Sendo assim, caso aconteça, será necessário que haja uma boa orientação para população, a fim de reduzir os riscos de propagação da doença.

Diante disso, será necessário colocar os riscos e benefícios na balança, afirmou Hermano Castro. Os benefícios são econômicos e de proporcionar alegria e lazer à população. Porém, o risco da contaminação ainda existe e, por isso, é preciso estudar a melhor forma de ser realizada.

Prefeito confirmou o carnaval no Rio de Janeiro em 2022

Durante uma aparição pública no Méier neste domingo (3), Eduardo Paes confirmou o que seu secretario municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz, já havia falado. Mas, dessa vez, afirmou que não haverá necessidade de restrição de público. 

O prefeito se mostrou otimista sobre o cenário de 2022, e disse que no futuro próximo a ideia é normalizar a vida dos brasileiros, o que será possível com a vacina.

“A única certeza que a gente tem é que estamos vacinando todo mundo, e com todo mundo vacinado, a vida volta ao normal. Quem vai ficar fazendo distanciamento no Carnaval? Fica até ridículo, pedindo um metro de distância. Se tivesse, eu seria o primeiro a desrespeitar”, afirmou Paes.

Na ocasião, o prefeito aproveitou para dizer que este não é o momento dos brasileiros ficarem “viúvos da pandemia, querendo que se tenha pandemia para o resto da vida”.

Sobre o passaporte da vacina, Eduardo disse que não será uma medida eterna. E que “mais um tempo e a gente para de exigir“.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, além de realizar consultoria de redação on-line.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA