Novo público em SP recebe 3ª dose da vacina contra COVID-19

A imunização está progredindo em todo o país. Atualmente, novos públicos estão tomando a vacina contra COVID-19 nas capitais brasileiras. São Paulo está oferecendo a terceira dose do imunizante para um novo grupo.

Novo público em SP recebe 3ª dose da vacina contra COVID-19
Novo público em SP recebe 3ª dose da vacina contra COVID-19 (Imagem: Correio Braziliense)

Ontem (20), a cidade de São Paulo iniciou a vacinação da terceira dose nos idosos com 80 ou mais anos de idade. Além da idade, eles precisam ter tomado a segunda dose há, no mínimo, seis meses.

Além desse grupo, a dose de reforço da vacina contra COVID-19, também está sendo aplicada nos indivíduos imunossuprimidos. Eles precisam ter mais de 18 anos de idade e já ter tomado a segunda dose há, pelo menos, 28 dias.

A capital paulista continua com a primeira dose da vacina contra COVID-19 em adolescentes de 12 a 17 anos. Os mesmos precisam estar na companhia dos pais ou de um responsável para poder ser devidamente vacinado.

Entretanto, caso não seja possível esse acompanhamento, será indispensável a presença de um outro adulto com uma autorização assinada pelo responsável. A única vacina permitida para esse grupo é a Pfizer.

A vacinação dos adolescentes segue em São Paulo, mesmo depois do Ministério da Saúde, em nota, ter alterado a orientação da aplicação da vacina contra COVID-19. A mudança suspende a imunização do grupo com idade entre 12 e 17 anos.

Apesar disso, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) não mudou a recomendação. Ela confirmou que não há motivos para a mudança no uso da vacina Pfizer nos adolescentes entre 12 e 17 anos. Veja abaixo o calendário de vacinação em São Paulo:

  • Terceira dose para pessoas com alto grau de imunossupressão com mais de 18 anos que tomaram a segunda dose (ou dose única) há pelo menos 28 dias;
  • Terceira dose para idosos com mais de 80 anos que tomaram a segunda dose (ou dose única) há pelo menos 6 meses;
  • Terceira dose para indígenas aldeados;
  • Primeira dose para adolescentes a partir de 12 anos;
  • Idosos com mais de 60 anos podem fazer a inscrição nas UBSs para receber as doses remanescentes.

Na última situação, é válido para quem tomou a segunda dose há mais de seis meses na capital. Para tanto, é preciso apresentar o comprovante de vacinação com ciclo vacinal completo, documento com foto e comprovante de residência.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, além de realizar consultoria de redação on-line.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA