Quais os prejuízos para os segurados com uma greve do INSS?

Servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) anunciaram o início de uma greve na última quarta-feira, 8. As agências da Previdência Social de vários estados brasileiros já sofrem os efeitos desta ação. 

Concurso do INSS vai mesmo acontecer? Descubra TUDO sobre o edital
Quais os prejuízos para os segurados com uma greve do INSS? (Imagem: Reprodução Agência Brasil)

A greve do INSS acontece em protesto à publicação de uma portaria que modifica a jornada de trabalho. Pela lei, de agora em diante, os servidores terão de trabalhar 40 horas por semana, e não mais 30 horas como costumava ser. 

A falta do reajuste salarial também é um dos principais pontos abordados pela greve do INSS, especialmente porque a jornada será elevada. Os servidores alegam que o salário não é atualizado há cerca de três anos. 

A sobrecarga também deve ser analisada diante de poucos servidores para executar tanto trabalho. Este fator foi exemplificado pelos dados que indicam que mais de 10 mil servidores do INSS se aposentaram desde 2018, mas somente 68 foram contratados desde então.

Em ocasião anterior, os servidores do INSS alegaram enfrentar más condições de trabalho nas agências previdenciárias. A principal reclamação foi a internet lenta, serviço essencial para que os profissionais possam executar as tarefas de atendimento ao público. 

O presidente da instituição prometeu contratar uma nova plataforma para solucionar o problema, embora este não seja o único. 

Está previsto para acontecer hoje, 10, uma reunião entre a Federação Nacional dos Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps) junto ao presidente do INSS, Leonardo Rolim, para debater tratativas e chegar a um acordo sobre a situação.

Embora as justificativas apresentadas pelos servidores do INSS sejam plausíveis para justificar a greve, esta paralisação afetará drasticamente o funcionamento das demandas previdenciárias.

Os segurados da autarquia já começaram a sentir os prejuízos da ação, que terão a análise dos pedidos de benefícios previdenciários atrasada. 

A situação é preocupante, pois a fila de espera composta por beneficiários que aguardam uma resposta do INSS é composta por mais de dois milhões de segurados.

As circunstâncias se agravaram ainda mais com a chegada da pandemia da Covid-19 no país, o que resultou na paralisação do atendimento presencial durante alguns meses. 

Por hora, é preciso aguardar os resultados da reunião entre os representantes da classe e o instituto. Até lá, os serviços remotos através do Meu INSS continuam disponíveis tanto pelo site quanto pelo aplicativo.

Os atendimentos também continuam pela Central 135. Em caso de dúvidas, basta entrar em contato com um desses canais. 

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Quais os prejuízos para os segurados com uma greve do INSS?

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA