INSS em greve! Servidores anunciam paralisação em forma de protesto

Na última quarta-feira (8), os servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) fizeram paralisações em diversos estados. O protesto teve como foco as portarias que acabaram com a jornada de 30 horas, passando para 40 horas.

INSS em greve! Servidores anunciam paralisação em forma de protesto
INSS em greve! Servidores anunciam paralisação em forma de protesto (Imagem: VEJA Abril)

As portarias Nº 1.347 e Nº 1.345, publicadas no dia 1º de setembro, estabelecem a jornada de trabalho de 40 horas semanais. Com isso, das 8 horas diárias que devem ser realizadas pelos servidores, 2 horas serão para o trabalho administrativo, podendo ser desempenhadas de forma remota.

O servidor que não quiser trabalhar com o esquema de 8 horas diárias pode trocar a jornada por produtividade. Ou seja, pode aderir ao Programa de Gestão, onde tem uma meta de atendimento, pontuação e tarefas.

Essas mudanças visa reduzir filas de espera e agilizar processos. Sendo assim, a força de trabalho fica alocada na parte da manhã. No turno da tarde, os servidores estariam despachando processos e fazendo análises.

O início do funcionamento das agências do INSS pode começar às 7 horas ou 8 horas da manhã, a depender da localidade. Essa flexibilização é para dar mais tranquilidade na jornada de trabalho dos servidores.

As agências do INSS que oferecem atendimento da perícia médica e/ou avaliação social devem permanecer com o funcionamento até às 18 horas. Essa é uma forma de atender o maior número de segurados, já que esses dois serviços são os mais buscados.

Greve no INSS

Porém, essas mudanças não agradaram a Federação Nacional dos Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps). Com isso, a federação se reuniu com o presidente do INSS, Leonardo Rolim, no dia 1º para negociar a revogação dos textos.

Durante essa reunião, os servidores denunciaram más condições de trabalho nas agências do INSS, como internet lenta. Tentando resolver esse problema, Rolim prometeu contratar uma nova plataforma de internet. Porém, sobre a decisão de revogar os textos marcou um novo encontro para esta sexta-feira (10).

Os segurados podem tirar dúvidas ou solicitar orientações nos canais remotos de atendimento como a Central 135 ou o site e aplicativo Meu INSS. A Central de atendimento funciona das 7h às 22h, segunda a sábado. Já o portal e o app funcionam 24 horas por dia, todos os dias da semana.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 5
Total de Votos: 2

INSS em greve! Servidores anunciam paralisação em forma de protesto

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, além de realizar consultoria de redação on-line.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA