Salário mínimo de 2022 será suficiente para pagar cesta básica, água e luz?

Pontos-chave
  • Na última terça-feira (31), o governo enviou ao Congresso Nacional o Projeto de Lei orçamentária do próximo ano;
  • O documento apresentou uma elevação no valor do salário mínimo de 2022, devido à alta da inflação;
  • A proposta do Orçamento Geral da União prevê um salário mínimo de 2022 de R$ 1.169;

Na última terça-feira (31), o governo enviou ao Congresso Nacional o Projeto de Lei orçamentária do próximo ano. O documento apresentou uma elevação no valor do salário mínimo de 2022, devido à alta da inflação nos últimos meses.

Salário mínimo de 2022 será suficiente para pagar cesta básica, água e luz?
Salário mínimo de 2022 será suficiente para pagar cesta básica, água e luz?(Imagem: Jornal Bom Dia)

A proposta do Orçamento Geral da União prevê um salário mínimo de 2022 de R$ 1.169. Com isso, passa a ser R$ 22 a mais que o valor de R$ 1.147, aprovado na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). O aumento é devido à alta na inflação.

Segundo a Constituição Federal, o piso nacional deve manter o poder de compra. Para definir o valor, a equipe econômica usa o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano corrente para corrigir o salário mínimo do Orçamento seguinte.

A previsão para o INPC em 2021 saltou de 4,3% para 6,2%, devido à alta de itens básicos, como alimentos, combustíveis e energia. Portanto, o valor do salário mínimo 2022 ainda pode passar por mudanças, caso a inflação supere a previsão até o fim deste ano.

A projeção de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) passou de 2,5% para 2,51% em 2022. Com isso, a proposta do Orçamento Geral da União teve poucas alterações nesse quesito em relação ao LDO. A previsão para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) manteve-se em 3,5% para 2022.

A projeção da taxa Selic (juros básicos da economia) é encerrar 2022 em 6,63% ao ano, contra projeção de 4,74% que constava na LDO. Por fim, a previsão para o dólar médio foi mantida em R$ 5,15.

Salário mínimo de 2022 e a cesta Básica

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) apontou um novo aumento no preço da cesta básica em 15 das 17 capitais pesquisadas. O resultado foi identificado na última edição da Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos.

Salário mínimo de 2022 será suficiente para pagar cesta básica, água e luz?
Salário mínimo de 2022 será suficiente para pagar cesta básica, água e luz?(Imagem: AJN1)

As cestas básicas mais caras foram identificadas em Porto Alegre, com um custo de R$ 656,92, Florianópolis por R$ 654,43 e São Paulo de R$ 640,51. Analisando os itens separadamente, todos os produtos sofreram aumento ao comparado no mesmo período em 2020.

Os alimentos sofrem reajuste, com base na inflação. Portanto, é esperado que a cesta básica fica ainda mais cara até o fim deste ano. Sendo assim, mesmo com um salário mínimo de R$ 1.169, o poder de compra ainda será difícil de ser alcançada.

O Dieese declarou que o salário mínimo ideal para sustentar uma família composta por dois adultos e duas crianças deveria ser de R$ 5.518,79 em julho. Porém, o atual piso nacional é de R$ 1.100.

Aumento na conta de luz e água

Atualmente, os brasileiros estão pagando uma conta de luz mais cara, devido à bandeira vermelha – patamar 2. A taxa está sendo cobrada por causa da crise hídrica gerada pela falta de chuvas e pouca água nos reservatórios.

De acordo com os dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), os reservatórios das hidrelétricas do Sudeste e Centro-Oeste estão com 22,5% da capacidade de armazenamento. Esses reservatórios são responsáveis por 70% da capacidade de geração de energia do país.

O país está vivendo a pior estiagem dos últimos 91 anos. Para piorar a situação, o período de chuvas no Brasil começa entre o fim de setembro e início de outubro. Com isso, é preciso buscar outras fontes de geração de energia, ativando as usinas termoelétricas.

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o preço ainda deve ficar mais cara no próximo ano. A agência informou que em 2022 a conta de luz irá aumentar até 16,68%. Esse reajuste irá afetar, principalmente, as famílias mais pobres.

Com o intuito de amenizar o impacto aos consumidores, a Aneel começou a estudar algumas medidas para amenizar os impactos financeiros aos consumidores. Caso seja possível aplicar as ações, o aumento poderá ser de 10,73% no próximo ano, ou seja, R$ 5,95%.

A conta de água também sofrerá aumento, devido à crise hídrica. Porém, os reajustes variam, conforme a localidade e o reservatório utilizado para o abastecimento.

Diante disso, o novo valor do piso nacional parece ser insuficiente para a manutenção e alimentação de uma família brasileira.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 4.8
Total de Votos: 19

Salário mínimo de 2022 será suficiente para pagar cesta básica, água e luz?

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, além de realizar consultoria de redação on-line.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA