Inscrição no ENEM 2021 de pretos, pardos e índios tem queda de 50%

Mais um dado triste para o ENEM 2021, a redução das inscrições desses candidatos é reflexo de uma série de fatores, incluindo a falta de isenção. Entidades afirmam que essa queda vai afetar a diversidade e inclusão.

Inscrição no ENEM 2021 de pretos, pardos e índios tem queda de 50%
Inscrição no ENEM 2021 de pretos, pardos e índios tem queda de 50% (Imagem/Reprodução: Quero Bolsa)

Já informamos que o Exame Nacional do Ensino Médio de 2021 teve o menor número de inscritos desde a edição de 2009, o que já preocupou a todos.

Agora, uma pesquisa feita pelo Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior (Semesp) a pedido da Globonews apontou para outro dado importante:

A maior queda no número de inscritos aconteceu entre os pretos, pardos e indígenas.

ENEM 2021 tem redução no número de pretos, pardos e índios

Na edição de 2020, 63,2% dos estudantes se autodeclararam pretos, pardos, amarelos ou indígenas; no entanto, nesse ano o número caiu para 56,4%.

Em contrapartida, houve um crescimento no número de estudantes brancos que participarão do exame, ano passado foram 34,7% inscritos, já nesse ano o número subiu para 41,5%.

Quanto ao número de inscritos propriamente dito, em 2020 o ENEM registrou 2,7 milhões de estudantes pardos, já nesse ano esse mesmo grupo de candidatos teve apenas 1,3 milhão de inscrições.

Queda no número de pretos, pardos e índios inscritos no ENEM 2021 ascende um alerta

Para o Semesp essa redução é bastante preocupante, pois, evidencia um retrocesso na política de inclusão¸.

Já que o ENEM é hoje a principal porta de entrada no ensino superior do Brasil.  

“As evidências têm mostrado até aqui que, da creche à conclusão do ensino médio, há diferentes trajetórias na comparação racial, resultado de oportunidades desiguais. Sem esquecer a manifestação do racismo estrutural antes, durante e depois da fase escolar“, afirmou o diretor executivo do Todos pela Educação, Olavo Nogueira Filho.

Acontece que muitos fatores são determinantes para fazer com que essa redução tenha acontecido, entre eles a dificuldade em acompanhar o ensino à distância, dificuldade de acesso à internet.

Além disso, a condição de baixa renda que faz com que muitos não tenham cônscios de pagar a taxa de inscrição.

Vale lembrar que em 2021 o número de isenções concedidas também caiu.

E, inclusive, o Ministro da Educação afirmou que a sua equipe realmente negou bastante pedidos para estudantes que não compareceram às provas de 2020 por conta da pandemia.

Fique bem informado com a editoria de carreiras do FDR .

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Inscrição no ENEM 2021 de pretos, pardos e índios tem queda de 50%

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA