Novo reajuste na bandeira vermelha vai aumentar valor da conta de luz

A crise hídrica no país está se agravando e isso deve fazer com que o patamar 2 da bandeira tarifária vermelha da conta de luz, volte a subir a partir do próximo mês de setembro.

Novo reajuste na bandeira vermelha vai aumentar valor da conta de luz
Novo reajuste na bandeira vermelha vai aumentar valor da conta de luz (Imagem: Eletron Energia)

Essa decisão será tomada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Quando o novo reajuste pode levar o atual patamar 2 de R$ 9,49 por kw/h consumido para R$ 11 ou até R$ 15 – um reajuste de mais de 50% neste adicional.

No mês de agosto, a Aneel não reajustou o valor, apesar da defasagem na conta das distribuidoras.

Qual a causa do reajuste na conta de luz?

Os valores estão sendo reajustados com frequência por conta da falta de chuvas e diminuição nos reservatórios das hidrelétricas. Logo, o sistema elétrico precisa acionar termelétricas, que é uma energia mais cara.

O aumento da tarifa atinge a população em geral e pequenos negócios. Os consumidores do mercado livre, como indústria, grandes negócios, shopping centers ou hospitais não fazem parte de quem paga este custo.

Além disso, há uma demora do governo em alertar a população com relação a gravidade do momento e para reagir à crise hídrica.

Bandeiras

No início do ano de 2015, a cobrança da conta de energia começou a ser realizada pelo sistema de bandeiras tarifárias, que cobra a energia da população de acordo com a dificuldade em sua produção. 

Algumas vezes é necessário o  uso de usinas termoelétricas para gerar a energia necessária, como o custo dessa forma de geração é maior, a conta paga pela população também se torna maior. 

Verde: Condições favoráveis de geração de energia, por isso, não há acréscimo na conta.

Amarela: Condições menos favoráveis de geração de energia, por isso, há um acréscimo de R$ 1,874 para cada 100KWh consumido.

Vermelha 1: Condições desfavoráveis na produção e necessidade de ligação das termoelétricas, por isso, acréscimo de R$ 3,971 para cada 100KWh consumido

Vermelha 2: Condições desfavoráveis na produção e necessidade de ligação das termoelétricas, por isso, acréscimo de R$ 9,492 para cada 100KWh consumido.

A bandeira que será acionada será a vermelha 2, no qual é a situação mais criticas das chuvas.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 4.4
Total de Votos: 18

Novo reajuste na bandeira vermelha vai aumentar valor da conta de luz

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA