Em 2022 a conta de luz terá novo aumento de 16,22%; como economizar?

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a conta de luz ficará mais cara em 2022 e subirá até 16,22%. A projeção foi realizada na segunda-feira (16), pelo superintendente de Gestão Tarifária da agência, Davi Antunes Lima, durante audiência pública da Comissão de Legislação Participativa da Câmara dos Deputados.

Em 2022 a conta de luz terá novo aumento de 16,22%; como economizar?
Em 2022 a conta de luz terá novo aumento de 16,22%; como economizar? (Imagem: Além da Energia)

Pior estação úmida dos últimos 91 anos

A causa do aumento se deve à crise que atinge as principais hidrelétricas do Brasil, sendo a pior estação úmida dos últimos 91 anos. De acordo com Lima, o reajuste será preciso para controlar a crise.

Medidas para reduzir o impacto financeiro

No entanto, a Aneel estuda algumas medidas a fim de reduzir o impacto financeiro aos consumidores. Se conseguirem colocar essas medidas em prática, o aumento na conta seria de 10,73% no próximo ano.

A crise hídrica se soma ao aumento do consumo de luz, devido à retomada econômica. No mês de junho, o consumo total de energia no Brasil cresceu 12,5% em comparação ao mesmo período de 2020, conforme dados da Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

Impacto para os consumidores

No final de junho, a Aneel fez um reajuste no valor da bandeira tarifária vermelha 2 em 52% e a cobrança extra passou de R$6,24 para R$9,49 a cada 100 kWh consumidos. Este custo adicional é aplicado às contas de luz quando cresce o custo de produção de energia, o que ocorre quando falta água nos reservatórios.

De acordo com a diretora da Aneel, Elisa Bastos, algumas das medidas excepcionais que são realizadas com o intuito de controlar a escassez de energia hidrelétrica, como geração térmica mais cara e importação de energia de países vizinhos, acarretam no aumento da conta de luz.

Para a diretora, a expectativa no momento é a chegada de chuvas, além da reação do consumidor diante dos custos maiores e dos apelos de campanhas pelo uso consciente de energia.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que registra a inflação oficial do país, pressionado por esta alta nas contas de energia elétrica, em julho de 2021,  acelerou a alta para 0,96%, depois de ter registrado taxa de 0,53% em junho, conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 4.7
Total de Votos: 18

Em 2022 a conta de luz terá novo aumento de 16,22%; como economizar?

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA