Caixa anuncia fechamento da Caixa Par com crítica de “máquina de prejuízos”

Nesta quinta-feira (19), o presidente-executivo da Caixa, Pedro Guimarães, afirmou que o banco venderá participações detidas por meio da Caixa Par. Com isso, a Caixa Participações será encerrada. A declaração foi feita com jornalistas a respeito dos resultados do segundo trimestre, via Reuters.

Caixa anuncia fechamento da Caixa Par com crítica de "máquina de prejuízos"
Caixa anuncia fechamento da Caixa Par com crítica de “máquina de prejuízos” (Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Sobre a Caixa Par, Pedro Guimarães a descreveu como “máquina de prejuízos”. Caso tenha algum investimento, ele será realizado pela própria Caixa Econômica Federal.

Nos últimos anos, o banco se desfez de negócios, como a corretagem de seguros, consórcio, capitalização, securitização e tecnologia — detidos por meio da Caixa Participações.

A Caixa também fez ajustes sobre os investimentos feitos entre os anos de 2009 e 2015 por meio do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), com administração pelo banco. Estes resultaram R$ 24,4 bilhões em perdas, excluindo ressalvas de auditores.

O presidente da Caixa também declarou que a instituição financeira busca devolver neste ano aproximadamente R$ 7 bilhões em empréstimos tomados com o Tesouro Nacional na última década por meio de instrumentos híbridos de capital e dívida (IHCD).

A Caixa Par

A Caixa Participações é uma subsidiária integral da Caixa. Ela atua nos negócios relativos a participações societárias de longo prazo. A Caixa Par é responsável por adquirir, alienar, gerir e realizar a governança cooperativa de tais participações.

Números da Caixa no segundo trimestre

Nesta quinta-feira (19), a Caixa revelou que atingiu o lucro líquido de R$ 6,3 bilhões no segundo trimestre deste ano. A quantia representa um aumento de 144,7% em relação ao mesmo período de 2020. Ao comparar este trimestre com o passado, a elevação foi de 36,6%.

O lucro registrado no segundo semestre foi o maior do período em toda a série histórica da Caixa.

Entre os motivos que ajudaram no resultado recente, o banco destacou o IPO da Caixa Seguridade com volume financeiro de R$ 5 bilhões. Além disso, a Caixa destacou a venda da participação total que tinha no Banco PAN, com lucro líquido de R$ 2 bilhões.

Pela primeira vez nos últimos 10 anos, os três balanços pelos quais a instituição é responsável foram publicados sem nenhuma ressalva. São estes: Caixa, FGTS e FI-FGTS.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.