Detran-SP anuncia queda no interesse por 1ª habilitação; o que explica?

Parece que o sonho de dirigir que a maioria dos jovens que completam 18 anos está ficando no passado. De acordo com uma pesquisa do Detran-SP, houve uma queda de 10,5% no número de jovens entre 18 a 30 anos que tiraram a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) nos últimos seis anos.

Detran-SP anuncia queda no interesse por 1ª habilitação; o que explica?
Detran-SP anuncia queda no interesse por 1ª habilitação; o que explica? (Imagem: Reprodução / Portal Goiás)

A quantidade de carteiras de habilitação nesta faixa de idade caiu 4,8 milhões em junho de 2015 para 4,3 milhões, ao passo o número total de CNHs no Estado cresceu quase 17%.

A professora Carolina Cheres Nogueira, de 27 anos, que não possui CNH, disse em entrevista reproduzido pelo portal R7 que nunca teve a vontade de ter carro ou dirigir.

“Quando eu era mais jovem, meu pai, que era instrutor de autoescola, sempre quis que eu tivesse a ‘carta. Mas ele faleceu quando eu tinha 18 anos e nunca fui atrás disso. Era um desejo mais dele do que meu”, disse.

Queda na emissão da CNH no Detran-SP

O levantamento do Detran mostrou que desde 2017 existe uma queda constante no número de CNHs.

Márcia Menezes, diretora executiva da Fenactran (Federação Nacional das Cooperativas de Trabalho dos Médicos e Psicólogos Peritos de Trânsito) acredita que existem diversos fatores que explicam este baixo interesse de jovens em tirar a CNH.

“Eles já não fazem questão de dirigir. O que mais salta nas observações é o valor do carro, o uso e a manutenção, valor da vaga de estacionamento, que é alto para grande parte dos jovens, além do valor da própria CNH”, disse em entrevista reproduzida pelo portal R7.

Um dos maiores motivos são os aplicativos de locomoção como Uber, 99, entre outros. 

“Hoje, a carteira de motorista é uma escolha influenciada pela crise econômica, pelos inconvenientes do trânsito, os custos para manter um veículo próprio e a popularização de aplicativos”, completou Márcia.

A profissional destaca ainda o aumento da preocupação com qualidade de vida e com o controle do próprio tempo como motivos pela queda no interesse pela carteira de motorista.

Vale ressaltar também, que o custo médio da primeira habilitação em uma auto escola credenciada, gira em torno de R$ 1,5 mil a R$ 2 mil no estão de São Paulo.

Motivo pelo qual um jovem de 18 anos que ainda busca colocação no mercado de trabalho, e deve ter remuneração de no mínimo um salário, hoje de R$ 1.100, pode não ter condições financeiras para arcar com todos os custos.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 4.8
Total de Votos: 4

Detran-SP anuncia queda no interesse por 1ª habilitação; o que explica?

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA