Seguro desemprego: Passo a passo para fazer o pedido sem sair de casa

Pontos-chave
  • Podem sacar o seguro desemprego aqueles que foram demitidos sem justa causa;
  • O valor pago fica entre R$1.045,00 e R$1.813,00;
  • A solicitação do seguro desemprego pode ser feita pela internet.

O seguro desemprego é um direito de todo o trabalhador, mas por causa da pandemia de Covid-19 e o isolamento social, muitos brasileiros ficaram desempregados e sem possibilidade de ir pessoalmente solicitá-lo. Confira logo abaixo como realizar o pedido do serviço de forma remota, desenvolvido com o intuito de ajudar a população.

Seguro desemprego: Passo a passo para fazer o pedido sem sair de casa
Seguro desemprego: Passo a passo para fazer o pedido sem sair de casa (Imagem FDR)

Por causa da pandemia, a taxa de desemprego subiu no Brasil. Muitos funcionários que foram demitidos tiveram que recorrer ao Seguro-Desemprego após as empresas serem obrigadas a reduzir custos ou fechar as portas.

Como solicitar o Seguro Desemprego?

Para realizar a solicitação do benefício, não é necessário ir pessoalmente a uma agência da Caixa Econômica ou da Receita Federal. O aplicativo CTPS Digital permite dar entrada no Seguro-Desemprego e se encontra disponível gratuitamente para Android e iOS.

Existem também os canais de comunicação do portal e pelo telefone que possibilitam a solicitação de forma remota.

Seguro desemprego: Passo a passo para fazer o pedido sem sair de casa
Seguro desemprego: Passo a passo para fazer o pedido sem sair de casa (Imagem: De Fato)

Como solicitar pelo aplicativo da Carteira Digital?

O aplicativo Carteira de Trabalho Digital pode substituir o documento físico no momento da contratação, além de possibilitar o acesso a antigos contratos de trabalho e consultar benefícios, como Abono Salarial e Seguro-Desemprego. 

Para solicitar, tenha em mãos o documento do requerimento do seguro desemprego que deve ter sido entregue no momento da demissão, e o número do CPF.

É preciso baixar e instalar o aplicativo, através das lojas App Store (iOS) e Play Store (Android). Após realizar o cadastro, você já poderá utilizar o aplicativo para dar entrada no Seguro-Desemprego. 

Confira o passo a passo da solicitação pelo aplicativo da Carteira Digital:

  • Baixe o app;
  • Toque em “Entrar”;
  • Digite o seu CPF e clique em “Próxima”;
  • Faça o cadastro solicitado e clique em “Continuar”;
  • Crie a senha de acesso;
  • Autorize o uso dos dados pessoais;
  • Selecione a opção “Benefícios”;
  • Clique em “Solicitar”.

Há também a solicitação feita pelo portal.

Confira o passo a passo:

  • Acesse o portal do Ministério da Economia;
  • Clique em “Quero me cadastrar” ou “Já tenho cadastro”;
  • Efetue o login;
  • Escolha a opção “Seguro-desemprego”;
  • Clique em “Solicitar Seguro-desemprego”.

Solicitação por telefone

Existe a possibilidade de solicitar o seguro-desemprego pela central telefônica, basta discar 158 e seguir todos os procedimentos informados pelo atendente. A central funciona das 7h às 19h.

O que fazer caso a solicitação for negada?

Após a realização da análise da solicitação, o trabalhador será informado pelo portal ou pelo aplicativo celular a situação que se encontra seu pedido.

Caso seja aprovado, saberá quantas parcelas e quais valores do benefício terá direito. Se o pedido for negado, existe a possibilidade de solicitar uma nova análise do cadastro.

Como será feita a retirada das parcelas?

Para a retirada das parcelas, o atendimento segue presencial. Ou seja, a pessoa pode realizar o saque em conta simplificada ou poupança na Caixa, em agências da Caixa com documento de identificação civil, carteira de trabalho e requerimento de seguro-desemprego ou em terminais de auto-atendimento, lotéricas e casas de conveniência com o Cartão Cidadão em mãos.

Quem tem direito ao seguro desemprego?

O Governo determina que o seguro desemprego é como a garantia de assistência financeira temporária ao trabalhador dispensado involuntariamente, ou seja, sem justa causa. 

Existem alguns critérios que precisam ser seguidos para a solicitação, como:

  • não possuir renda própria que seja suficiente à sua manutenção e de sua família;
  • receber salários de pessoa jurídica ou de pessoa física a ela equiparada, relativos a no mínimo 12 meses nos últimos 18 meses imediatamente anteriores à data de dispensa, quando da primeira solicitação; ou pelo menos 9 meses nos últimos 12 meses imediatamente anteriores à data de dispensa, quando da segunda solicitação; ou cada um dos 6 meses imediatamente anteriores à data de dispensa, quando das outras solicitações realizadas;
  • não receber qualquer benefício previdenciário de prestação continuada, com exceção do auxílio-acidente, do auxílio suplementar e do abono de permanência em serviço.

Qual o valor pago pelo benefício?

O valor recebido possui a variação de R$1.045,00 a 1.911,84. O Seguro Desemprego é pago de três a cinco meses, podendo ser de forma alternada ou contínua, dependendo do tempo de serviço prestado. 

O Governo Federal estima que em torno de 200 mil brasileiros possuem o direito a receber o seguro-desemprego.

Simule quanto pode receber de seguro desemprego simulando por aqui! 

Porém esse número deve ser bem maior se considerarmos que o País tem 1,2 milhão de pessoas a mais na fila por um emprego, somando 12,9 milhões de pessoas desempregadas no primeiro trimestre do ano passado.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Seguro desemprego: Passo a passo para fazer o pedido sem sair de casa

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA