Crianças vão voltar às aulas presenciais; veja dicas para economizar no material escolar

As aulas presenciais estão voltando aos poucos, e os pais querem economizar na compra de material escolar. Já que muitos estão apertados por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus. Veja aqui dicas para economizar.

Crianças vão voltar para as aulas presenciais; dicas para economizar no material
Crianças vão voltar para as aulas presenciais; dicas para economizar no material (Imagem/Reprodução: Quero Bolsa)

Defina o gasto antes de ir às compras

Antes de ir realizar as compras é necessário definir quanto você pretende gastar com o material escolar, e enumerar o que é obrigatório e aquilo que pode ficar pra mais tarde. 

Normalmente, livros e apostilas ficam em primeiro lugar e devem ser o primeiro foco para as compras de materiais, mas já foram adquiridos mesmo com as aulas remotas. Vale pesquisar preços e definir se existe desconto à vista ou vale a pena parcelar.

Reaproveite

No ano passado, muitos cadernos deixaram de ser usados, folhas ficaram guardadas e até pastas de trabalho estão vazias. Não descarte nada disso, use novamente os cadernos que estão com as folhas limpas.

Muitas coisas podem ser úteis neste próximo ano ou então podem se somar ao que já tem, como um bônus para beneficiar o coletivo, ou seja, o uso consciente deve ser mais do que uma filosofia de vida, é regra. 

Recicle

Alguns materiais do ano passado podem ser reaproveitados por alunos diferentes, como livros didáticos, paradidáticos e apostilas.

Nas escolas alguns pais doam este material e outros vendem por preços bem mais em conta do que o material novo. 

É importante verificar o quanto o material já foi utilizado, se foi preenchido com lápis, caneta ou alguma sinalização. 

Fala uma analise se vale a pena o esforço de apagar ou se é melhor comprar um novo. Converse com quem está fazendo a venda ou doação e peça fotos do material. 

Desejo das crianças

Tenha uma conversa com as crianças e peça para definirem quais seriam os temas que gostariam para os itens de papelaria. Mas evite que eles pesquisem junto, pois o mundo das cores e opções de personagens apelam para o consumismo infantil.

Explique as condições financeiras da família durante a conversa e tentar, junto com ela, incluir na lista itens que estejam de acordo com seu orçamento. 

Se você não tiver como conversar com a criança, se ela for muito pequena, procure opções básicas e unitárias.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Crianças vão voltar às aulas presenciais; veja dicas para economizar no material escolar

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA