Doria lança programa Bolsa do Povo Educação com pagamento de R$ 500

O Governo do estado de São Paulo lançou o seu novo programa Bolsa do Povo Educação. Em que serão oferecidas vagas de emprego para os responsáveis dos alunos das redes estaduais do estado que desejam trabalhar nas escolas. A remuneração será de R$ 500 por 4 horas trabalhadas.

Doria lança programa Bolsa do Povo Educação com pagamento de R$ 500
Doria lança programa Bolsa do Povo Educação com pagamento de R$ 500 (Imagem: Reprodução Exame)

Bolsa do Povo Educação

O governador do estado de São Paulo, João Doria, anunciou nesta quarta-feira (14) à criação do seu novo programa: Bolsa do Povo Educação.

O programa consiste na criação de 20 mil vagas de emprego para os responsáveis dos alunos da rede estadual de ensino.

Isto é, por meio do programa o governo está oferecendo oportunidades para quem deseja trabalhar nas escolas. O programa pagará uma bolsa auxílio de R$ 500 por mês para o trabalho de 4h por dia até dezembro.

De acordo com o secretário da Educação Rossieli Soares:

“Um dos grandes objetivos [do programa] vai ser colocar todo o estado, toda nossa força, para a força ativa, o apoio à Educação especial, que é fundamental, especialmente neste retorno das aulas, acompanhamentos de protocolos sanitários e apoio geral à escola”.

Inscrição

Os interessados em participar do programa deve realizar sua candidatura no site do Bolsa do Povo. Ao acessar à página o candidato deve clicar em “Educação” e depois em “Inscreva-se”.

No ato da inscrição é necessário informar os seguintes documentos:

  • RG/CPF do familiar do aluno
  • R.A. do aluno (verificar na escola se necessário)
  • Endereço
  • Três escolas de interesse.

Para os candidatos que encontrarem dificuldade em realizar a inscrição pela internet ou quem não têm acesso à internet em casa podem usar à escola, mais perto de sua residência, para fazer a inscrição.

Quem pode participar?

Podem participar do programa todos os responsáveis que estiverem dentro dos requisitos abaixo:

  • Responsável legal por aluno da rede estadual (um responsável por família);
  • Estar desempregado há pelo menos três meses;
  • Ter entre 18 e 59 anos;
  • Morar próximo à unidade escolar (raio de dois quilômetros).
  • Estar cadastrado no CadÚnico;
  • Ter filho estudando na escola de interesse;

Cronograma do programa:

  • De 09 a 31 de julho: Inscrições
  • 02 de agosto: Início das entrevistas com os candidatos
  • 16 de agosto: Início das contratações dos candidatos selecionados.

Os candidatos farão a entrevista nas próprias escolas onde estão sendo oferecidas às vagas de emprego.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Mariana Castro
Mariana Castro é formada em Pedagogia pela Universidade Brás Cubas em Mogi das Cruzes - SP. Atualmente trabalha como professora na rede privada de ensino e dedica-se a sessão de carreiras do FDR, produzindo pautas sobre educação e emprego.