Auxílio emergencial do Paraná pode beneficiar mais 90 mil empresas em 2021

Paraná anuncia novo auxílio emergencial para pequenos empreendedores. Nessa semana, o governo do estado informou que estará beneficiando cerca de 90 mil empresas locais que tenham sido afetadas pelo novo coronavírus. Os contemplados receberão entre R$ 1 mil e R$ 500, a depender da situação jurídica de seu negócio.

Auxílio emergencial do Paraná pode beneficiar mais 90 mil empresas em 2021 (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)
Auxílio emergencial do Paraná pode beneficiar mais 90 mil empresas em 2021 (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

Diante da permanência do novo coronavírus, o governo do Paraná estruturou um auxílio emergencial para auxiliar os microempreendedores.

Já aprovado pela gestão pública, o projeto está com inscrições abertas até o dia 10 de agosto, através do www.auxilioemergencial.pr.gov.br.

Como me candidatar?

Para solicitar o benefício basta informar o número do seu CNPJ na tela inicial do site e selecionar o botão ‘consultar’. Aguarde a análise da plataforma e caso o registro da sua empresa esteja validado pelo governo, automaticamente você será transferido para uma nova página onde deverá preencher um formulário com informações de identificação.

O encaminhamento só poderá ser feito dentro das exigências do projeto que avalia não só a faixa de renda mínima da empresa, como a área de atuação.

“Entendemos que este auxilio pode beneficiar não só a retomada econômica, mas a própria vida dos pequenos empresários”, disse. “A manutenção das empresas é importante para preservar a geração de emprego e renda. Apesar do valor não ser muito alto, ele tem um componente essencial de ajuda neste momento de incertezas”, afirmou o secretário da Fazenda, Renê Garcia Junior.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
OPORTUNIDADE
imagem do cartão
Você foi selecionado para ter um cartão de crédito, sem anuidade hoje mesmo.
Faça sua aplicação!
277 pessoas solicitando no momento...

Quem poderá ser contemplado?

Há dois grupos beneficiados com o auxílio. O primeiro é destinado para as microempresas que comprovem um faturamento de até R$ 360 mil por ano, sendo necessário ter inscrição estadual junto à Receita-PR. Para eles o pagamento será de R$ 1.000,00 em 4x de R$ 250,00.  

Tipos de serviços aceitos: restaurantes e similares; lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares; bares e outros estabelecimentos especializados em servir bebidas, sem entretenimento; bares e outros estabelecimentos especializados em servir bebidas, com entretenimento; serviços ambulantes de alimentação; serviços de organização de feiras, congressos, exposições e festas; casas de festas e eventos; atividades de sonorização e de iluminação; transporte rodoviário coletivo de passageiros, com itinerário fixo, municipal; transporte rodoviário coletivo de passageiros, com itinerário fixo, intermunicipal em região metropolitana; transporte rodoviário coletivo de passageiros, com itinerário fixo, intermunicipal, exceto em região metropolitana; transporte rodoviário coletivo de passageiros, com itinerário fixo, interestadual; transporte rodoviário coletivo de passageiros, com itinerário fixo, internacional; transporte escolar; transporte rodoviário coletivo de passageiros, sob regime de fretamento, municipal; transporte rodoviário coletivo de passageiros, sob regime de fretamento, intermunicipal, interestadual e internacional; organização de excursões em veículos rodoviários próprios, municipal; organização de excursões em veículos rodoviários próprios, intermunicipal, interestadual e internacional; comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios; e comércio varejista de calçados.

O segundo grupo é para os microempreendedores Individuais (MEIs) e MEs sem inscrição estadual. Nesse caso é preciso comprovar a natureza jurídica através do número do MEI. O valor a ser pago é de R$ 500,00 em 2x de R$ 250,00.

Tipos de serviços aceitos: restaurantes e similares; lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares; bares e outros estabelecimentos especializados em servir bebidas, sem entretenimento; bares e outros estabelecimentos especializados em servir bebidas, com entretenimento; serviços ambulantes de alimentação; gestão de instalações de esportes; produção e promoção de eventos esportivos; serviços de organização de feiras, congressos, exposições e festas; casas de festas e eventos; produção teatral; produção musical; produção de espetáculos de dança; atividades de sonorização e de iluminação; aluguel de equipamentos recreativos e esportivos; agências de viagens; operadores turísticos; e filmagem de festas e eventos.

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.