Como está funcionando o comércio em Santa Catarina durante a pandemia?

O Estado de Santa Catarina decretou novas medidas de restrição em seu território para combater o avanço do novo coronavirus. As medidas valerão até o dia 14 de julho de 2021.

Como está funcionando o comércio em Santa Catarina durante a pandemia?
Como está funcionando o comércio em Santa Catarina durante a pandemia? (Imagem: Marlon Costa/Pernambuco Press)

As regras trazem novo horário de funcionamento e limite de pessoas dentro de comércios e estabelecimentos.

No Diário Oficial, foi publicada também a prorrogação para a proibição de público em campeonatos esportivos do Estado todo. Por exemplo, em jogos de futebol nos estádios com validade até o dia 31 de agosto de 2021, dois meses.

O decreto traz diversas regras gerais para praticamente todas as atividades que estão autorizadas.

Juntamente com seus protocolos para proteção contra o novo coronavírus. Assim como a proibição de aglomeração pelo estado de Santa Catarina.

A Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina organizou um mapa de cada região do estado para definir o nível de risco.

A SES-SC, publicou uma portaria para eventos de grande movimentação em massa para realização de testes para um possível retorno gradual da população. Há regras para avaliação em casas noturnas e eventos em bares e restaurantes.

Riscos para as regiões

Todas as 15 regiões do estado de Santa Catarina (SC), determinadas pela pasta de saúde, exceto o Extremo-Oeste, estão na pior fase que o novo coronavírus pode atingir.

O transporte coletivo é um dos serviços que estão com limitação no estado. As linhas municipais, intermunicipais e interestaduais podem funcionar apenas com lotação de 50% para cada veículo.

Os restaurantes, lanchonetes, bares e afins só podem funcionar com horário programado entre 5 horas e 23 horas.

As casas noturnas como boates, pubs e em geral podem usar seus salões com a máxima capacidade de até 100 pessoas com horário entre 6 horas, limitando-se  ao fechamento às 23 horas.

Eventos sociais como festas de aniversário, casamentos e entre outras só podem funcionar até 23h, com a capacidade máxima de 80 pessoas.

Já para eventos profissionais como eventos corporativos, congressos, seminários, reuniões privadas ou públicas devem obedecer o horário entre 6 horas e 23 horas com capacidade máxima de 100 pessoas. Bebidas alcoólicas estão proibidas de serem comercializadas entre 23 horas e 6 horas.

Quem não obedecer as regras, poderá receber multa e o estabelecimento interditado

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.