Governo de SC cria salário mínimo de R$ 5 mil para professores do estado

Salário mínimo dos professores é reajustado em Santa Catarina. Nessa segunda-feira (14), o governador Carlos Moisés utilizou sua rede social para anunciar mudanças no piso salarial dos magistrados do estado. De acordo com ele, nenhum profissional com ao menos 40 horas aula deverá receber menos que R$ 5 mil.

Governo de SC cria salário mínimo de R$ 5 mil para professores do estado (Imagem: Reprodução/G1)
Governo de SC cria salário mínimo de R$ 5 mil para professores do estado (Imagem: Reprodução/G1)

Os professores de Santa Catarina terão um aumento de 44% em seus salários. A medida foi anunciada pelo governador do estado, afirmando que o atual piso do magistério subirá de R$ 2,8 mil para R$ 5 mil. De acordo com ele, a correção será válida também para aqueles em caráter temporário (ACT).

“Nenhum professor com curso superior e carga horária de 40 horas semanais deve ter remuneração inferior a R$ 5 mil. Novidades em breve“, escreveu o governador.

Projeto em debate

Até o momento não há detalhamentos da proposta, mas ela vem sendo debatida juntamente com o novo plano de carreira do magistério catarinense.

De acordo com Moisés, o assunto já foi encaminhado para as secretarias de Administração e da Fazenda, sendo analisado também pela comissão mista na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc).

Durante o comunicado, o governador contou com o apoio dos secretários da Casa Civil, Eron Giordani, da Administração, Jorge Tasca, e da Educação, Fernando Vampiro. Todos validaram a decisão, informando que serão trabalhados os aspectos legais e operacionais para sua implementação.

”A intenção do governador é de que o valor entre em vigor ainda este ano, a decisão está tomada, agora estamos debatendo questões jurídicas e operacionais para que possamos implementar esse valor”,
reforçou Tasca.

Eron Giordani enfatizou o interesse do governo em levar a pasta para debate com demais categorias, afirmando que não será tomada nenhuma decisão precipitada que inviabilize o orçamento público.

“Temos responsabilidade, por isso não podemos responder as indagações no momento, mas vamos responder todos os questionamentos assim que forem definidas essas questões jurídicas e operacionais”, garantiu.

A previsão é de que a proposta seja debatida ao longo dos próximos dias e seu projeto finalizado. No que diz respeito a aplicação da correção dos salários, espera-se que seja adotada a partir do segundo semestre.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 4.6
Total de Votos: 5

Governo de SC cria salário mínimo de R$ 5 mil para professores do estado

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA