Há limite para transação por PIX? Cliente deve saber regra importante

Os usuários do sistema PIX, já devem ter se perguntado qual o limite de transferência que pode ser realizado diariamente. O valor de transferência depende, já que o Banco Central não estabeleceu o valor máximo que pode ser transferido. Porém cada banco pode limitar a quantia conforme as suas regras.

Há limite para transação por PIX? Cliente deve saber regra importante
Há limite para transação por PIX? Cliente deve saber regra importante (Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Qual o limite do PIX?

Cada um dos bancos podem estabelecer um valor máximo para que os usuários possam realizar pagamentos ou transferências, de acordo com o Banco Central.

Apesar disso, o limite não pode ser menor que os valores que são praticados no TED, nem nos cartões de débito, dependendo do caso.

Desde o dia 1º de março deste ano, cada banco pode determinar o limite do Pix como uma forma de segurança e antifraude. 

Para as compras realizadas com o mecanismo QR Code, o limite pode ser igual ou superior ao valor máximo de uma compra com o cartão de débito.

Se o valor máximo da transição pode ser transacionados com débito em um banco ser de R$ 5 mil, para um Pix usando o QR Code deve ser no valor de R$ 5 mil ou mais.

As transações realizadas entre 20h e 6h também podem ter como limite o valor máximo de uma transação com cartão de débito.

Novo sistema de pagamentos

O Pix permite a realização de pagamentos e transferências instantâneas 24 horas, nos sete dias da semana, entre pessoas físicas e jurídicas.

Por meio de uma chave simples atribuída a cada conta bancária. Tal chave pode ser um número de telefone, CPF ou CNPJ, por exemplo.

Como criar uma chave 

Para aderir é necessário que o usuário crie uma chave Pix. Essa chave pode ser criada usando os canais de atendimento do banco ou instituição financeira onde tem conta.

Como fazer pagamento com PIX?

  • No momento de realizar a transação, opte pelo PIX;
  • Digite a chave informada pelo destinatário do pagamento;
  • Preencha o valor;
  • Confirme as informações;
  • Informe sua senha e confirme.

Outras funções

Em breve deve ser lançado o saques em lojas, em que o usuário deve realizar uma transferência Pix para um estabelecimento comercial e retirar o valor em dinheiro. Com isso, pode ser feito um repasse em um valor maior que a compra e a retirada da diferença no caixa.

Também está previsto o pagamento por aproximação que pode ser feito pelo celular, para isso basta aproximar o celular da maquininha de cartão, que debita o valor por meio da transferência.

Já para a iniciação do pagamento, será criado uma instituição financeira, com capital mínimo de R$1 milhão, no qual serão executadas as transferências, mas não participarão do fluxo financeiro.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.