Golpes do PIX: Confira todos os possíveis riscos e como proteger seu dinheiro

O PIX, nova solução de pagamentos do Banco Central já é um sucesso entre os brasileiros e está cada vez mais popular. Porém, como tudo tem seu lado negativo, o PIX já se tornou um grande alvo de criminosos que estão prontos para aplicar golpes. Os golpistas, segundo relatos na internet, estariam utilizando a função de agendamento para enganar as pessoas. Entenda.

Golpes do PIX: Confira todos os possíveis riscos e como proteger seu dinheiro
Golpes do PIX: Confira todos os possíveis riscos e como proteger seu dinheiro (Imagem: Reprodução/ Exame Invest)

O boato é que os criminosos estão repassando uma mensagem através do WhatsApp envolvendo a função PIX agendado. Contudo, o BC alerta que a mensagem não é verdadeira e que não funciona na prática.

Segundo a mensagem que está sendo repassada na internet, a vítima recebe uma notificação de um PIX de um desconhecido, que estaria na “opção agendada”.

Na sequência, o remetente do dinheiro entra em contato e diz que fez a transferência por engano e pede a devolução do valor. Com isso, a vítima acaba fazendo um PIX com o valor informado e cai no golpe. Após receber o dinheiro, o golpista cancela o agendamento feito originalmente.

Ao ser procurado, o Banco Central disse que, embora já exista a função de agendamento, a descrição do golpe é apenas boato. Isto porque o banco que recebe uma transferência agendada não tem como descobrir que existe um agendamento via PIX para uma data futura.

Sendo assim, a possível vítima não tem como receber uma notificação de um valor que foi depositado em sua conta, como é descrito na mensagem do golpe.

O BC disse ainda que quem recebe um valor só tem conhecimento da transação quando o agendamento chega na data marcada e quando o valor já consta em sua conta.

Cuidados com o PIX

Um agendamento de pagamento via PIX pode ser cancelado a qualquer momento. Sendo assim, caso te enviem uma mensagem dizendo que agendaram um pagamento por engano, o remetente mesmo pode cancelá-lo.

Como se proteger?

Segundo o BC, todas as operações via PIX são rastreáveis e que, a mando das autoridades judiciais, é possível se chegar a identidade do titular da conta de origem e de destino de todas as transações.

A função agendado está disponível desde o lançamento da ferramenta, mas nem todos os bancos já a disponibilizaram.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.