Cartões de crédito pré-pago valem a pena? Entenda o meio de pagamento

Os cartões de crédito e débito são bastante conhecidos pelos consumidores. Além destas opções tradicionais, as pessoas também podem ter acesso a outro tipo que tem crescido no mercado: o cartão pré-pago. Entenda se os cartões de crédito pré-pago valem a pena.

Cartões de crédito pré-pago valem a pena? Entenda o meio de pagamento
Cartões de crédito pré-pago valem a pena? Entenda o meio de pagamento (Imagem: Pixabay)

Assim como um celular pré-pago, o cartão pré-pago depende de uma recarga prévia para o funcionamento. O usuário poderá escolher o valor a ser utilizado. Conforme os gastos são feitos, o saldo será reduzido — até zerar a quantia inserida na recarga.

Após o fim do saldo inserido, basta efetuar nova recarga. Como o funcionamento acontece de acordo com o valor já existente no saldo, não há a possibilidade de parcelar as compras. Dessa forma, esta modalidade se diferencia de um cartão de crédito convencional.

No caso do cartão de crédito comum, o limite de gastos é estabelecido pela instituição financeira responsável pelo produto.

Por conta da diferença de funcionamento, o cartão pré-pago pode ser mais fácil para garantir aprovação por quem possui o nome negativado. Quem se enquadra nesta condição pode encontrar algumas opções de cartão no mercado, como o cartão de crédito Ourocard pré-pago, por exemplo.

De forma geral, os cartões pré-pago ainda possuem tarifas mais baixas em relação ao cartão tradicional de crédito.

Cartões de crédito pré-pago valem a pena?

Para quem está em busca de um cartão com tarifas mais baixas e com mais facilidade de aprovação, o cartão de crédito pré-pago pode ser útil no dia a dia. Dessa forma, a pessoa poderá realizar as compras sem precisar do dinheiro físico.

Como os pagamentos são sempre realizados à vista, não há necessidade de pagamento de fatura no final do mês. Por conta disso, o cliente não precisará se preocupar com possíveis juros por atraso no pagamento. Neste caso, o pré-pago se torna mais vantajoso em relação ao cartão de crédito convencional.

Por outro lado, como o uso depende do dinheiro já inserido no cartão, o usuário poderá não conseguir comprar todos os itens desejados — se os valores forem maiores do que o saldo existente.

Vale destacar que o cartão pré-pago também não possibilita compras parceladas, o que pode ser inviável em alguns casos.

De modo geral, o cliente deve se atentar às necessidades individuais para decidir se o cartão de crédito pré-pago será útil durante o dia a dia. Ainda cabe destacar que os cartões pré-pagos podem ter cobranças distintas. Por isso, é importante se atentar a esses detalhes antes da solicitação.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.