Comércio no RS pede por prioridade da categoria na fila de vacinação

Apesar de a campanha de vacinação do Rio Grande do Sul (RS) já ter imunizado mais de 4,9 milhões com, pelo menos, a primeira dose do imunizante, o debate sobre a inclusão de novos grupos prioritários é constante. É o que clama a Federação do Comércio de RS (Fecomércio-RS).

Comércio no RS pede por prioridade da categoria na fila de vacinação
Comércio no RS pede por prioridade da categoria na fila de vacinação. (Imagem: Felipe Dalla Valle/ Palácio Piratini)

A entidade informou à redação do FDR ter enviado um ofício ao governador do Estado do Rio Grande do Sul, Eduardo Lei, para que ele se mobilize junto ao Ministério da Saúde no sentido de requerer a inclusão dos trabalhadores do comércio no grupo prioritário de imunização contra a Covid-19. 

Na oportunidade, a Fecomércio ressaltou ter ciência de que esta inclusão deve acontecer somente após o atendimento de categorias profissionais mais relevantes, como a construção civil e do setor industrial. 

No entanto, o pedido específico é para que os trabalhadores do setor comercial, sobretudo aqueles que atuam nas funções de atendente, vendedores, caixas, entre outros segmentos, não fiquem desamparados na campanha de vacinação contra a Covid-19.

Isso porque, estes profissionais também são essenciais para a manutenção da atividade comercial, logo, a consequente movimentação da economia local, evitando que os estabelecimentos fechem as portas definitivamente. 

Neste sentido, é importante mencionar que a Secretaria Estadual de Saúde (SES) do Rio Grande do Sul, apurou 52 óbitos decorrentes da Covid-19 na última segunda-feira, 5, levando o número de vítimas da doença para 31.761. Os óbitos divulgados ontem aconteceram entre o período de 6 de junho a 4 de julho.

Ainda assim, o RS mantém uma estabilidade média de mortes, mesmo com 86 registros diários que equivalem a -14% se comparado às duas últimas semanas. 

Enquanto isso, o número de gaúchos infectados pela Covid-19 passou para 1.231.166, sendo que 551 casos foram registrados nos últimos dias. Deste total, 1.187.610, ou seja, 96,4%, já se recuperaram ou estão em fase de recuperação da doença. O restante, 11.706, estão sendo monitorados.

Em virtude dos números atuais, várias cidades gaúchas têm se mobilizado para ampliar o calendário de vacinação contra a Covid-19, visando imunizar o maior número de pessoas possível. Esta atitude tem sido tomada, principalmente, na extensão da faixa etária para a vacinação contra a Covid-19. 

O Governo do RS estipulou a meta de vacinar toda a população adulta sem comorbidade com a primeira dose da vacina até setembro de 2021.

Neste sentido, a previsão é para que as pessoas com até 45 anos de idade sejam vacinadas até o dia 16 de julho, apesar de várias cidades já atenderem este público atualmente. 

Calendário de vacinação no Rio Grande do Sul

O atual calendário de vacinação contra a Covid-19 no Rio Grande do Sul é o seguinte:

  • 22 até 30 de junho: 59 aos 50 anos;
  • 1º até 15 de julho: 49 aos 45 anos;
  • 16 até 31 de julho: 44 aos 40 anos;
  • 1º até 15 de agosto: 39 aos 35 anos;
  • 16 até 31 de agosto: 34 aos 28 anos;
  • 1º até 20 de setembro: 27 aos 18 anos.

Vale ressaltar que este cronograma serve como uma base para as cidades gaúchas, pois, cada uma tem autonomia para fazerem as adequações necessárias de acordo com o cenário local. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.