Top 5 estados que avançaram calendário de vacinação da COVID-19 em junho

Pontos-chave
  • Brasil vacinou mais de 12% da população com as duas doses da vacina contra a Covid-19;
  • Rondônia é o estado mais avançado no calendário de vacinação da Covid-19;
  • Adultos sem comorbidades tem sido o principal público da imunização contra a doença.

Somente entre o período de 1º a 25 de junho, o Brasil conseguiu aplicar 26,7 milhões de doses da vacina contra a Covid-19. Os números são um bom exemplo do andamento do calendário de vacinação em território brasileiro. 

Top 5 estados que avançaram calendário de vacinação da COVID-19 em junho
Top 5 estados que avançaram calendário de vacinação da COVID-19 em junho. (Imagem: Prefeitura de Ubatuba)

Até o momento, pouco mais de 12% da população brasileira já recebeu as duas doses do imunizante. Isso quer dizer que a vacinação já atingiu 25.556.540 brasileiros com a segunda dose, 72.534.656 com a primeira dose e 431.106 com a dose única.

O seguimento do calendário de vacinação tem sido possível mediante a chegada regular de novos lotes com doses das vacinas contra a Covid-19.

O cumprimento do calendário de distribuição implementado e executado pelo Ministério da Saúde também tem sido de grande importância para acelerar a vacinação dos brasileiros. 

Apesar de todos os esforços de todas as partes, há aquelas localidades que têm ganhado destaque na vacinação contra a Covid-19. É o caso dos Estados de Rondônia, Maranhão, Pará, Paraná e Acre, que conseguiram imunizar mais de 70% da respectiva população local no decorrer do mês de junho.

No topo da lista está o Estado de Rondônia que já vacinou 98% da população com a primeira dose, ou seja, 456.654 pessoas. Em seguida vem o Maranhão com 80% da população local imunizada com a primeira dose. 

Em terceiro lugar está o Pará que já vacinou 77% da população, seguido do Paraná com 73% e do Acre com 72%. Em contrapartida, os dois estados que ficaram com o calendário de vacinação estagnado durante o mês de junho são o Alagoas e o Mato Grosso do Sul. 

Veja a seguir detalhes sobre a vacinação em cada um dos Estados mencionados.

Rondônia 

Em Porto Velho, capital de Rondônia, a vacinação para adultos sem comorbidades na faixa etária dos 40 anos começou na última segunda-feira, 28. No entanto, é preciso estar devidamente cadastrado no aplicativo Sasi.

A plataforma foi elaborada de acordo com os parâmetros do Plano Nacional de Imunização (PNI) e conta com ferramentas capazes de registrar e apurar um alto número de dados referentes à população do município. Bem como a disponibilidade de doses, postos de vacinação, entre outras informações. 

A Prefeitura de Porto Velho recomenda o cadastro para evitar aglomerações nos postos de vacinação, além de controlar a quantidade de doses recebidas pelo Estado.

Antes de mais nada, o munícipe deve acessar o portal Imuniza e verificar se já existe algum agendamento vinculado ao CPF dele. A checagem de dados pode ser feita pelo campo “Consultar Agendamento”, logo depois basta fornecer o número do CPF e data de nascimento.

Se tratando de números absolutos de doses aplicadas, Rondônia foi o Estado que mais apresentou avanço com a ajuda do esquema vacinal de cada uma das cidades. Desta forma, foi possível elevar em até 69% a aplicação de doses do imunizante por toda a unidade federativa.

Maranhão 

No último fim de semana o Governo do Maranhão recebeu um lote contendo 63.180 doses da vacina da Pfizer. Estas doses serão destinadas à imunização de pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente e trabalhadores da saúde. 

Já no início desta semana, no dia 28, o prefeito da capital São Luís, Eduardo Braide (Podemos), informou que irá solicitar ao Ministério da Saúde a autorização para ampliar o calendário de vacinação da Covid-19 para adolescentes na faixa etária de 12 a 17 anos de idade.

Em justificativa ele disse que mais de 80% da população adulta já havia sido imunizada com a primeira dose da vacina, e que uma chamada para as pessoas com 18 anos já foi feita. 

Se o pedido for aprovado, estes jovens serão vacinados com doses da Pfizer, o único imunizante com autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para ser aplicada em jovens com até 12 anos de idade.

Enquanto isso, a capital maranhense segue aplicando a primeira dose da vacina em adultos com 40 anos ou mais e a segunda dose para o público geral.

Pará

Apesar de o Pará compôr o top 5 de estados que mais vacinaram em junho, é possível notar controvérsias diante do cenário atual de algumas cidades. É o caso da capital, Belém, que precisou suspender a vacinação contra a Covid-19 até que um novo lote com doses das vacinas seja entregue. 

Enquanto isso, os postos de vacinação da capital paraense não terão expediente para este fim nesta quarta-feira, 30. Até então, a cidade já vacinou 588.846 munícipes com a primeira dose e 243.185 com a segunda dose, gerando um total de 832.031 doses aplicadas até ontem, 29. 

A Prefeitura de Ananindeua, situada na região metropolitana de Belém, também suspendeu a aplicação da primeira dose da vacina contra a Covid-19 devido ao esgotamento do imunizante.

Por esta razão, o calendário de vacinação continuou nesta quarta-feira, 30, somente com a aplicação da segunda dose da CoronaVac e da AstraZeneca.

Paraná 

Até esta quinta-feira, 1º de julho, a previsão é para que o Governo do Paraná receba um novo lote contendo doses de vacinas contra a Covid-19. Segundo informações da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), serão entregues 277.250 doses da AstraZeneca e 84.240 doses da Pfizer. 

Top 5 estados que avançaram calendário de vacinação da COVID-19 em junho
Top 5 estados que avançaram calendário de vacinação da COVID-19 em junho. (Imagem: Justin Tallis/AFP)

Estas doses serão encaminhadas ao Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) e de lá, serão distribuídas entre 22 Regionais do Estado. A intenção é para que este novo lote seja utilizado na vacinação do público geral, além de dar continuidade no esquema vacinal dos grupos prioritários. 

Até esta quarta-feira, 30, o Estado do Paraná já imunizou 4.265.847 paranaenses com a primeira dose e 1.319.713 com a segunda dose ou dose única. O Governo do Estado do Paraná estipulou a meta de concluir a primeira etapa da vacinação até o final de setembro deste ano.

Acre

A capital do Acre, Rio Branco, decidiu dar continuidade na vacinação de adultos com 35 anos ou mais. Os integrantes desse grupo devem se dirigir a um dos 12 postos de vacinação munidos de documento com foto ou cartão do SUS ou CPF.

A imunização desta faixa etária foi liberada no último sábado, 26. Dados da Secretaria Municipal de Saúde apontaram que cerca de 30 mil pessoas compõem a faixa de 35 a 40 anos de idade. Enquanto isso, o município segue vacinando as mulheres grávidas e puérperas. 

Até agora, o Governo do Acre já recebeu 436.360 doses de vacinas contra a Covid-19, das quais 318.450 foram aplicadas até a última segunda-feira, 28.

Deste montante, 245.982 se referem à primeira dose, enquanto 72.468 se tratam da segunda dose do imunizante. Apenas em Rio Branco 159.387 doses foram aplicadas recentemente. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.