Sem festas de São João, cidades criam auxílio para bandas, artistas e dançarinos

Pontos-chave
  • Auxílio de São João é concedido para artistas afetados pela pandemia da Covid-19;
  • Auxílio junino será viabilizado nas capitais nordestinas São Luís e Recife;
  • Valores são variados e pagos em parcela única.

Este será o segundo ano consecutivo sem a comemoração da tradicional festa junina por todo o país. Desde então, vários artistas ficaram desamparados nesta época, resultando na criação de um auxílio financeiro destinado a bandas, artistas e dançarinos.

Sem festas de São João, cidades criam auxílio para bandas, artistas e dançarinos
Sem festas de São João, cidades criam auxílio para bandas, artistas e dançarinos. (Imagem: Agência São Luís)

O evento que atinge grandes proporções especialmente nas regiões Norte e Nordeste, foi cancelado com o objetivo de evitar aglomerações em respeito às medidas restritivas e de combate à pandemia da Covid-19.

Motivo pelo qual as capitais pernambucana e maranhense se mobilizaram para viabilizar este auxílio. Veja mais detalhes a seguir:

São Luís – Maranhão

O Auxílio Municipal Emergencial de São João, como foi chamado pela Prefeitura de São Luís, foi lançado oficialmente na última quinta-feira, 17. Terão direito ao benefício entre R$ 1 mil a R$ 10 mil, os grupos que atuam em manifestações culturais juninas que precisaram cancelar as apresentações em 2020 e 2021. 

O período de inscrições ficará disponível entre os dias 21 a 30 de junho em um portal oficial criado exclusivamente para este fim. Podem se inscrever os cidadãos residentes de São Luís que se enquadrarem nas seguintes categorias:

  • Cantores, cantoras e músicos instrumentistas;
  • Artes cênicas;
  • Bumba Meu Boi;
  • Dança Regional;
  • Grupo Alternativo;
  • Tambor de Crioula.

A concessão do auxílio é válida tanto para a pessoa física quanto jurídica, desde que comprovem a residência em São Luís, bem como a atuação em Circuitos Oficiais do São João em São Luís nos últimos três anos.

Posteriormente, a Prefeitura de São Luís irá divulgar a lista de beneficiários no dia 13 de julho, sendo que os pagamentos estão previstos para começar no dia 19 de julho. 

Conforme mencionado acima, o auxílio financeiro para artistas do circuito junino de São Luís no Maranhão, oferece quantias variáveis com base em cada categoria. Observe:

Categoria Valor do benefício Quantidade de vagas Valor total
Cantores, cantoras e músicos instrumentistas R$ 1 mil 120 R$ 120 mil
Artes cênicas R$ 1 mil 4 R$ 4 mil
Bumba meu boi fundado há, pelo menos, 25 anos R$ 5 mil 32 R$ 160 mil
Bumba meu boi fundado há mais de 25 anos R$ 10 mil 32 R$ 320 mil
Dança regional R$ 2 mil 64  R$ 128 mil
Grupo alternativo R$ 5 mil 10 R$ 50 mil
Tambor de crioula R$ 2 mil 69 R$ 138 mil

Recife – Pernambuco

O auxílio financeiro de São João também é uma novidade implementada pela Prefeitura de Recife, capital do Estado de Pernambuco. A lei que dispõe sobre a concessão deste benefício foi sancionada no dia 14 de junho. 

Terão direito ao auxílio junino, grupos como quadrilhas juninas, cirandas, grupos de coco, xaxado, bacamarteiros, bois, trios de forró pé-de-serra, bandas de forró e artistas solo. Os integrantes desses grupos podem se inscrever até as 18h do dia 21 de julho pela plataforma on-line Prosas.

Antes de mais nada, é preciso criar uma conta no site como “Empreendedor”, e fornecer alguns dados obrigatórios como foto de identificação, uma prévia do currículo artístico cultural, nome completo, endereço, número do CPF e telefone para contato.

Em seguida, basta acessar o edital para conferir todas as regras e realizar o cadastro. Em caso de dúvidas, é possível entrar em contato através do e-mail: [email protected]

De acordo com o prefeito de Recife, João Campos (PSB), o auxílio junino no âmbito municipal contará com um investimento de R$ 2,7 milhões. Este montante será capaz de amparar 500 agremiações e atrações artísticas, com valores que podem variar entre R$ 1,5 mil a R$ 10 mil.

Para isso, é preciso que as bandas, agremiações e artistas de Recife, tenham participado do circuito de São João nos anos de 2018 e 2019. 

Sem festas de São João, cidades criam auxílio para bandas, artistas e dançarinos
Sem festas de São João, cidades criam auxílio para bandas, artistas e dançarinos. (Imagem: Renato Spencer/Fundarpe)

No que compete ao auxílio junino no âmbito estadual, este é viabilizado através de esforços da Secretaria de Cultura (Secult-PE), da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), da Secretaria Estadual de Turismo e Lazer (Setur-PE) e da Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur).

Neste patamar o investimento será de R$ 3,2 milhões para mais de 400 artistas e grupos culturais afetados pela pandemia da Covid-19.

A proposta é para que o auxílio emergencial do ciclo junino de Pernambuco equivalha a 60% do último cachê recebido pelo artista ou grupo cultural.

No entanto, é preciso que tenha havido a respectiva contratação pela Fundarpe ou Empetur durante um dos ciclos juninos mencionados. Em caso de legibilidade, será possível obter quantias entre R$ 3 mil a R$ 15 mil, pagos em cota única.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.