Valor da cesta básica sobe e assusta brasileiros; quais alimentos custam mais?

Na última semana, o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) publicou o novo balanço em relação ao preço dos alimentos em todo o Brasil. Segundo a pesquisa feita, os insumos da cesta básica ficaram 16,79% mais caros em algumas regiões do país, sendo registrada essa taxa de aumento em 14 capitais nacionais. 

Valor da cesta básica sobe e assusta brasileiros; quais alimentos custam mais?
Valor da cesta básica sobe e assusta brasileiros; quais alimentos custam mais? (Imagem: Marcos Moura/Prefeitura de Fortaleza)

Enquanto o trabalhador se encontra lidando com o desemprego e instabilidade no mercado, a inflação nacional permanece em constante alta.

O levantamento mensal do Dieese apontou também mais um aumento no preço da cesta básica, considerando as taxações aplicadas nas 17 capitais brasileiras.

Variação no preço dos produtos

Atualmente, o produto registrado com a maior elevação foi o tomate, ficando 40,37% mais caro em Natal. Além disso, houveram reajustes também na farinha (6,05%), a carne (2,54%), a manteiga (2,37%), o café (2,06%), o óleo (1,55%), o pão (1,39%) e o açúcar (0,95%).

Já em relação à diminuição dos valores, a banana (-3,30%), o arroz (-2,33%) e o leite (-1,32%) tiveram um valor mais baixo. Enquanto isso, o feijão continuou estável, sem variação desde o mês de abril.

Além do aumento na cesta básica, vem ocorrendo o encarecimento das contas de energia, gasolina, botijão de gás, entre outras despesas. 

Dicas para economizar

O encarecimento dos produtos tem acarretado na busca por alternativas da população com o intuito de manter as contas em dia. A primeira sugestão dada por especialistas é que antes de ir às compras faça uma lista com os produtos mais essenciais.

É importante priorizar os insumos básicos que garantem a nutrição. Sobre os produtos de limpeza, é essencial selecionar aqueles com as menores taxas e levar as embalagens com maior volume que tendem a sair com um valor mais baixo.

Já as contas de energia, é importante se atentar ao contador e diminuir a utilização de eletrodomésticos como chuveiro elétrico e ar condicionado.

Para as pessoas que estão registradas no cadastro único, existe a opção de buscar pelos benefícios e transferências de rendas ofertados pela plataforma. Como a tarifa zero a conta de luz, auxilio merenda, bolsa família, auxílio emergencial, entre outros.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.