PIS/PASEP: 700 mil trabalhadores ainda não fizeram saque na Caixa ou BB   

Pontos-chave
  • De acordo com os dados, mais de 700 mil trabalhadores não sacaram o valor do PIS/PASEP;
  • Esses têm até o dia 30 de junho para fazer o saque da parcela;
  • O recebimento do PIS é em conta da Caixa Econômica Federal;

O PIS é destinado aos trabalhadores da iniciativa privada e o PASEP para os funcionários públicos. De acordo com os dados, mais de 700 mil trabalhadores não sacaram o valor do PIS/PASEP, contabilizando aproximadamente R$ 440 milhões. Esses têm até o dia 30 de junho para fazer o saque da parcela.

publicidade
PIS/PASEP: 700 mil trabalhadores ainda não fizeram saque na Caixa ou BB 
PIS/PASEP: 700 mil trabalhadores ainda não fizeram saque na Caixa ou BB  (Imagem: Reprodução/Imprensa 24h)

Segundo a Caixa Econômica Federal, na última segunda-feira (7), mais de 560 mil trabalhadores não sacaram o benefício do PIS. Dessa maneira, mais de 500 mil profissionais da iniciativa privada ainda podem sacar até o fim deste mês.

O Banco do Brasil também informou que há funcionários públicos que não sacaram o PASEP. De acordo com a instituição bancária cerca de 200 mil trabalhadores não sacaram o abano salarial 2020-2021, totalizando um saldo de R$ 120 milhões.

publicidade

O recebimento do PIS é em conta da Caixa Econômica Federal. Os trabalhadores que não são correntistas da Caixa têm o valor depositado na conta Poupança Social Digital, que pode ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem. Já quem recebe o PASEP terá o pagamento disponibilizado pelo Banco do Brasil.

PIS/PASEP

O Programa de Integração Social é conhecido pela sigla PIS e foi criado a partir da Lei Complementar de nº 7/1970, com o intuito de integrar o empregado ao desenvolvimento da empresa privada.

PIS/PASEP: 700 mil trabalhadores ainda não fizeram saque na Caixa ou BB 
PIS/PASEP: 700 mil trabalhadores ainda não fizeram saque na Caixa ou BB  (Imagem: Minne Santos)

Dessa maneira, o servidor tem seus benefícios garantidos e contribui para o desenvolvimento da empresa em que trabalha. O órgão responsável pelo pagamento do PIS é a Caixa Econômica Federal.

O PASEP é a sigla para o Programa de Formação do patrimônio do Servidor Público, sendo que nesse caso, são os estados, municípios e a União que contribuem com o fundo do servidor público.

Sua criação se deu a partir da Lei Complementar de nº 8/1970 e o Banco do Brasil é responsável pelo PASEP.

publicidade

A partir da Lei Complementar de nº 26, instituída no dia 11 de setembro de 1975, foi realizada a unificação desses dois programas, com o objetivo de destinar a arrecadação em um único lugar, o Fundo de Amparo ao Trabalhador, conhecido como FAT.

Calendário do PIS 2020-2021

NASCIDOS EM RECEBEM A PARTIR DE RECEBEM ATÉ
JULHO 16 / 07 / 2020 30 / 06 / 2021
AGOSTO 18 / 08 / 2020 30 / 06 / 2021
SETEMBRO 15 / 09 / 2020 30 / 06 / 2021
OUTUBRO 14 / 10 / 2020 30 / 06 / 2021
NOVEMBRO 17 / 11 / 2020 30 / 06 / 2021
DEZEMBRO 15 /12 / 2020 30 / 06 / 2021
JANEIRO 19 / 01 / 2021 30 / 06 / 2021
FEVEREIRO 19 / 01 / 2021 30 / 06 / 2021
MARÇO 11 / 02 / 2021 30 / 06 / 2021
ABRIL 11 / 02 / 2021 30 / 06 / 2021
MAIO 17 / 03 / 2021 30 / 06 / 2021
JUNHO 17 / 03 / 2021 30 / 06 / 2021

Calendário do Pasep 2020-2021

Final da inscrição Recebem a partir Recebem até
0 16/07/2020 30/06/2021
1 18/08/2020 30/06/2021
2 15/09/2020 30/06/2021
3 14/10/2020 30/06/2021
4 11/11/2020 30/06/2021
5 19/01/2021 30/06/2021
6 e 7 11/02/2021 30/06/2021
8 e 9 17/03/2021 30/06/2021
publicidade

Valor do PIS/PASEP

O valor do abono salarial varia entre R$ 92 a R$ 1.100, de acordo com o período trabalhado no ano base. Sendo assim, é só multiplicar R$ 92, que equivale à divisão do salário mínimo por 12 meses, pelo número de meses trabalhados. Veja abaixo as possibilidades:

  • 1 mês trabalhado: R$ 92;
  • 2 meses trabalhados: R$ 184;
  • 3 meses trabalhados: R$ 276;
  • 4 meses trabalhados: R$ 368;
  • 5 meses trabalhados: R$ 460;
  • 6 meses trabalhados: R$ 552;
  • 7 meses trabalhados: R$ 664;
  • 8 meses trabalhados: R$ 736;
  • 9 meses trabalhados: R$ 828;
  • 10 meses trabalhados: R$ 920;
  • 11 meses trabalhados: R$ 1.012;
  • 12 meses trabalhados: R$ 1.100.

Critérios do PIS/PASEP

O PIS/PASEP é concedido aos trabalhadores que receberam, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada e que tenham exercido uma atividade remunerada durante, no mínimo, 30 dias no ano base.

publicidade

Além disso, é preciso que o trabalhador esteja inscrito no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos e estar com os dados atualizados na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) pelo seu empregador. Os profissionais podem conferir se tem direito ao recebimento.

Para isso basta se dirigir aos terminais de autoatendimento da Caixa ou a uma casa lotérica com o Cartão Cidadão e sua senha cadastrada. Outra forma de saber mais informações e detalhes sobre o abono salarial é por meio da Central de Atendimento 0800-726-02-07.

A Caixa Econômica Federal também disponibiliza no seu site a consulta do PIS. Para acessar basta entrar no portal, clicar na área PIS e, por fim, selecionar a opção “Consultar Pagamento.” Para isso, será necessário usar o número do NIS (PIS/Pasep).

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Já os servidores públicos devem verificar se foi realizado o deposito na conta do Banco do Brasil. Caso não tenha acontecido é possível buscar informações na Central de Atendimento 0800 729 00 01 ou diretamente no banco. Na última situação é necessário apresentar um documento de identificação com foto.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.