Carteira de Trabalho Digital: Todas as funções reunidas no documento digital

Pontos-chave
  • A Carteira de Trabalho Digital substitui o documento impresso;
  • A Carteira de Trabalho impressa continua sendo usada para comprovar o tempo de trabalho anterior ao documento digital;
  • Além do aplicativo os trabalhadores podem acessar as informações no portal Carteira de Trabalho Digital;

O aplicativo Carteira de Trabalho Digital está disponível para aparelhos com o sistema Android e iOS. O app funciona desde 2017 e serve para verificar as informações do profissional e de seus contratos de trabalho.

Carteira de Trabalho Digital: Todas as funções reunidas no documento digital
Carteira de Trabalho Digital: Todas as funções reunidas no documento digital (Imagem: Reprodução/Jornal Contábil)

A Carteira de Trabalho Digital substitui o documento impresso. Dessa maneira, no momento da contratação, basta informar o número do CPF para o empregador. Esse preencherá as informações no eSocial.

A Carteira de Trabalho impressa continua sendo usada, porém, apenas para comprovar o tempo de trabalho anterior ao documento digital. Dessa maneira, todas as anotações, como férias e salário, são feitas agora de forma eletrônica.

Além do aplicativo os trabalhadores podem acessar as informações no portal Carteira de Trabalho Digital. Os funcionários contratados por órgãos públicos e organismos internacionais continuam usando o documento impresso.

O número continua o mesmo, porém, a versão digital não pode ser usada como identificação civil. Acessando o aplicativo ou o site da Carteira de Trabalho Digital é possível fazer os seguintes serviços:

Acessar o aplicativo Carteira de Trabalho Digital

A primeira coisa a ser feita é baixar o app. Após isso deve abrir e clicar em “entrar”. A plataforma solicitará o CPF e a senha de acesso ao Gov.br. Nesse momento será preciso autorizar o uso de dados pessoais.

Carteira de Trabalho Digital: Todas as funções reunidas no documento digital
Carteira de Trabalho Digital: Todas as funções reunidas no documento digital (Imagem: Sérgio Lima/Poder360)

Caso não tenha cadastro no portal, será necessário criar a sua conta. Sendo assim, o app pedirá o CPF, nome completo, telefone e e-mail. Em seguida, você terá que clicar na proteção contra spam (Não sou um robô), ler e aceitar os termos de usos e política de privacidade.

A plataforma irá solicitar a confirmação dos dados da Carteira de Trabalho e da Previdência Social. Dessa maneira, basta selecionar a função ‘continuar’ e preencher o formulário apresentado na tela do seu aparelho.

Será necessário informar a data de nascimento, nome, e-mail, celular e o nome do país. Terminando essa etapa, basta validar o registo respondendo cinco perguntas. Esse questionário serve para confirmar a identidade do titular da Carteira de Trabalho.

Após essa etapa, basta aguardar a validação das informações apresentadas. Depois, como meio de segurança, será necessário fazer uma leitura do QR Code para comprovar a autenticidade dos dados.

Por último, basta ler e concordar com a política de privacidade do aplicativo e acessar o manual de utilização. Pronto, o acesso ao Gov.br estará disponível e será possível usar o aplicativo.

Ao entrar no app Carteira de Trabalho Digital, na tela principal serão apresentadas as três últimas movimentações de seu último vínculo e os dados pessoais. No primeiro acesso será preciso preencher o detalhamento dos vínculos.

Solicitar o Seguro desemprego pela Carteira de Trabalho Digital

O seguro desemprego agora pode ser solicitado sem sair de casa, por meio do aplicativo ou site Carteira de Trabalho Digital. Esse benefício é destinado aos trabalhadores demitidos sem justa causa.

Os trabalhadores têm direito ao recebimento de três a cinco parcelas do Seguro Desemprego. O pagamento pode ser consecutivo ou alternado. A quantidade varia, conforme o tempo de trabalho e a quantidade de solicitações do benefício.

O valor recebido é com base na média salarial dos últimos três pagamentos. Porém, o benefício possui uma limitação de R$ 1.909,34. Para fazer a solicitação online basta acessar o aplicativo ou site da Carteira de Trabalho e seguir as seguintes orientações:

  • Clique em “Benefícios” no menu inferior;
  • Na opção “Seguro desemprego” clique em “Solicitar”;
  • Na tela seguinte será solicitado o número de requerimento;
  • Confira os dados pessoais e, se estiverem todos corretos, clique em “Avançar”;
  • Na parte sobre “Vínculos”, confira os dados da empresa na qual você trabalhou e, outra vez, toque em “Avançar”;
  • Leia atentamente o “Termo de Aceite”;
  • No final da tela, marque a caixa “Concordo com as regras para solicitação/recebimento do benefício” e confirme;
  • Será apresentado a mensagem “Solicitação do Benefício Realizada com Sucesso” e os dados do benefício (quantidade e o valor das parcelas e as datas de pagamento).

O número de requerimento é os dez números que estão no canto superior direito do seu Requerimento de seguro desemprego. Esse documento é emitido pela empresa após a demissão sem justa causa.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Carteira de Trabalho Digital: Todas as funções reunidas no documento digital

Glaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, além de realizar consultoria de redação on-line.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA