Governo do Rio de Janeiro cria novo auxílio com parcelas de R$ 1,5 mil

Governo do Rio de Janeiro passa a conceder benefício para os profissionais de educação. Nessa semana, a gestão estadual informou que estará liberando um auxílio tecnológico de R$ 1,5 mil para os professores da rede pública. O valor será enviado na folha salarial de junho. Saiba os detalhes.

Governo do Rio de Janeiro cria novo auxílio com parcelas de R$ 1,5 mil (Foto: Rogério Santana/ Governo do RJ/Divulgação)
Governo do Rio de Janeiro cria novo auxílio com parcelas de R$ 1,5 mil (Foto: Rogério Santana/ Governo do RJ/Divulgação)

Tendo em vista a falta de previsão para o retorno das atividades presenciais nos centros de ensino, o governo do Rio de Janeiro passou a investir nas atividades remotas.

Em funcionamento desde 2020, as aulas online agora contarão com suporte dos professores que receberão R$ 1.500 para custear aparelhos de tecnologia.

Detalhes do auxílio tecnológico

Segundo as informações concedidas pelo governo estadual, cada profissional público de educação receber R$ 1.500 a mais no salário de junho. O valor deve ser revertido para gastos com tecnologia, gerando um custo total de R$ 72 milhões para os cofres públicos.

O lançamento do auxílio reforçou ainda que além dos professores, demais profissionais da educação, como secretários, coordenadores, entre outros, serão beneficiados. Confira a lista completa liberada pela Secretaria Estadual de Educação:

  • agente de acompanhamento de gestão escolar
  • agente de pessoal
  • assistente operacional escolar
  • auxiliar de secretaria
  • coordenador pedagógico
  • diretor
  • diretor adjunto
  • orientador educacional
  • professor articulador pedagógico
  • profissional de leitura
  • secretário escolar

Processo de inscrição

Para poder ter acesso ao benefício o governo do estado esclarece que não será preciso fazer inscrição prévia. Isso porque, a secretaria de educação tem a lista completa com o nome e dados bancários de todos os servidores vinculados aos centros de ensino.

A previsão é de que os pagamentos passem a ser feitos no fim do mês, sendo válido para todo o ano de 2021.

Demais projetos de transferência de renda no RJ

Além da concessão do auxílio tecnológico, o governo do estado está também implementando o Supera RJ, que funciona como um programa de transferência de renda para as famílias não contempladas com benefícios como o auxílio emergencial e o Bolsa Família. Para ser contemplado é preciso:

  • Ter renda de até R$ 178 por mês, desde que façam parte do Cadastro Único (CadÚnico);
  • Ter perdido o emprego durante a pandemia e que não possuam fonte de renda;
  • Não estar inscrito em outros programas de renda, como o Bolsa Família e auxílio emergencial federal;
  • Não receber seguro-desemprego;
  • Ser guias de turismo.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Governo do Rio de Janeiro cria novo auxílio com parcelas de R$ 1,5 mil

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA