Supera RJ: Como receber o auxílio para baixa renda ou crédito para MEI?

Governo do estado do Rio de Janeiro anuncia novo programa de extensão de renda. Ainda atuando para controlar os impactos sociais e econômicos do novo coronavírus, o poder público acaba de lançar o Supera RJ. Trata-se de um projeto social que irá beneficiar as famílias vulneráveis e demais trabalhadores desempregados durante a pandemia. Saiba como participar.

Supera RJ: Como receber o auxílio para baixa renda ou crédito para MEI? (Imagem: Reprodução/Blog do Berta)
Supera RJ: Como receber o auxílio para baixa renda ou crédito para MEI? (Imagem: Reprodução/Blog do Berta)

Sem contemplação total e com um valor insuficiente, o auxílio emergencial tem se revelado cada vez menos eficaz para garantir a retomada econômica do país.

Diante disso, estados como o Rio de Janeiro passaram a criar seus projetos de transferência de renda. Chamado de Supera RJ, o programa está com inscrições abertas e garantirá linha de crédito para pequenas empresas.

Sobre o Supera RJ

Segundo os informes do governo do estado, o programa atuará em duas linhas de frente. A primeira é destinada para aqueles que estão em vulnerabilidade e perderam seus empregos por causa da covid-19, recebendo mensalidades em torno de R$ 200.

A segunda opera exclusivamente para os pequenos empresários que tiveram seus negócios afetados. Nesse caso, haverá a concessão de uma linha de empréstimos com valores de até R$ 50 mil.

Regras para recebimento

Na linha 1, o cidadão precisa estar obrigatoriamente inscrito no Cadastro Único e comprovar ter uma renda familiar per capita igual ou menor que R$ 178.

Enquadrando-se nessas regras, o titular pode fazer a solicitação através do site do programa. Basta preencher o formulário com seus dados de identificação pessoal e domiciliar.

Há ainda a possibilidade de candidatura para quem atuava de carteira assinada com um salário de até R$ 1.501. Nesse caso, o cidadão precisa comprovar que foi demitido, podendo entrar no Supera RJ apenas após a concessão da última parcela de seu seguro desemprego.

O governo determina ainda que os titulares sejam maiores de 18 anos, exceto mães adolescentes, residam no Rio de Janeiro e não tenham um rendimento, em 2020, maior que R$ 28.559,70.

Linhas de empréstimo

No caso dos pequenos empreendedores, a linha de financiamento poderá conceder até R$ 50 mil sem juros. Porém, é preciso ter a titularidade enquanto pequena empresa, cooperativa ou ser produtor de menor porte.

O empréstimo fica também autorizado para os trabalhadores autônomos e informais, como guias de turismo, agentes culturais, agricultores familiares, costureiras, cabeleireiros, maquiadores, artistas plásticos, cozinheiros e outros, sendo crédito ofertado de até R$ 5 mil.

Para fazer a solicitação também basta acessar o site do programa.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Supera RJ: Como receber o auxílio para baixa renda ou crédito para MEI?

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA