Foi vítima de violência policial? Saiba como denunciar e ser indenizado!

O abuso de poder usada pelos policiais é causa de contínua reclamação dos cidadãos brasileiros. Diante disso, pessoas que passaram por violência policial devem denunciar para acabar com esse histórico.

publicidade
Foi vítima de violência policial? Saiba como denunciar e ser indenizado!
Foi vítima de violência policial? Saiba como denunciar e ser indenizado! (Imagem: Rovena Rosa/ Agência Brasil)

A violência policial está presente no mundo inteiro, mas se intensifica nas periferias. É comum casos de jovens assassinados sem nenhuma reação. Em grande parte, as vítimas são negros e pobres que vivem nas favelas dos grandes centros econômicos.

O abuso de poder dos militares já se tornou tão comum que os cidadãos que m ais precisam da segurança não conseguem mais confiar nesses profissionais. Em 2018 foram divulgados os dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública.

publicidade

De acordo com essas informações é possível observar que os números de mortes só faz comprovar a violência policial presente no dia a dia das comunidades mais pobres. Os números de homicídios praticados por militares são comparáveis aos das guerras:

  • 220 pessoas foram mortas pela polícia Civil ou Militar;
  • Média de 17 mortes por dia;
  • Onze em cada 100 mortes violentas intencionais foram praticadas por agentes de segurança;
  • Assassinatos causados por policiais aumentaram 19,6% em 2018 (única categoria de morte violenta que registrou alta);
  • Homens negros, entre 15 e 29 anos, estão entre principais vítimas de policiais.

Diante da violência policial os cidadãos ficam sem saber a quem recorrer, já que são esses os responsáveis pela segurança e proteção. Porém, após muitos anos em silêncio a comunidade colocou esse triste cenário nos holofotes.

A visibilidade foi por meio das redes sociais, campanhas e movimentos realizados nas próprias periferias para o mundo. As vítimas de violência policial tem direito ao recebimento de indenização por danos morais. Diante disso, o primeiro passo é denunciar por um dos seguintes canais:

  • Disque Direitos Humanos (telefone 100): avalia a dimensão da violência contra os direitos humanos e o sistema de proteção;
  • Ouvidoria de Polícia (carta, e-mail ou telefone): recebe e faz apuração das denúncias contra policiais militares e civis. A denúncia pode ser feita anonimamente, por meio de carta e-mail ou telefone;
  • Corregedoria da Polícia Civil e da Polícia Militar: apura desvio de conduta policial;
  • Ministério Público: processa infratores e fiscaliza ações de órgãos públicos envolvidos em investigação criminal;
  • DefeZap (Plataforma desenvolvida pela organização Nossas): desenvolvida em 2016 visando a visibilidade da defesa dos direitos humanos e da segurança pública.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.