Quanto custam os impostos? No Brasil população já pagou R$ 1 trilhão

O ano ainda nem chegou na metade e os brasileiros já pagaram R$1 trilhão em impostos federais, municipais e estaduais. A informação é do monitor de pagamento de impostos, o “impostômetro”, da ACSP (Associação Comercial de São Paulo).

Quanto custam os impostos? No Brasil população já pagou R$ 1 trilhão
Quanto custam os impostos? No Brasil população já pagou R$ 1 trilhão (Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Segundo os cálculos do índice, esta marca foi batida mais cedo em 2021. No ano passado, o valor de R$1 trilhão foi batido em 27 de junho e em 2019, no dia 24 de maio.

A associação avalia que isto aconteceu mais cedo neste ano em decorrência da inflação e da desvalorização do real frente ao dólar. A ACSP destacou também o aumento expressivo de compras pela internet e pedidos através de apps de delivery, por conta do prolongamento da pandemia.

“O comércio está sendo muito afetado na pandemia, mas atividades que geram muitos impostos cresceram bastante também. Alguns exemplos são as exportações e o montante das vendas em supermercados que, além de estar elevado, ainda proporciona maior arrecadação por conta dos preços dos produtos que vêm subindo”, disse Marcel Solimeo, economista-chefe da ACSP.

O Estado de São Paulo responde por 38% do total de impostos pagos neste ano ao poder público. A associação disse que o aumento da alíquota do ICMS (Imposto Sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) de vários produtos refletiu no montante de impostos arrecadado. 

O “Impostômetro”, monitor instalado na sede da ACSP, foi criado no ano de 2005. O monitor considera os impostos, taxas e contribuições, incluindo as multas, juros e a correção monetária. 

A iniciativa da Associação Comercial de São Paulo busca conscientizar a população a respeito dos impostos pagos e os serviços que são devolvidos à população pelo poder público. 

O ponto já se tornou uma atração turística da capital paulista e é comum ver as pessoas tirando fotos em frente ao local.

Os dados são provenientes de entidades públicas, como a Receita Federal e a Caixa Econômica Federal, por exemplo.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.