BPC: Lista de doenças que dão direito ao pagamento de R$ 1.100 por mês

Segurados do BPC ganham salário de R$ 1.100 e podem garantir vaga na fila de vacinação contra o novo coronavírus. Nas últimas semanas, o ministério da saúde vem renovando o cronograma de imunização para os grupos prioritários. Quem recebe pagamentos do Benefício assistencial à pessoa com deficiência já pode agendar a primeira dose. Saiba quais comorbidades são aceitas.

BPC: Lista de doenças que dão direito ao pagamento de R$ 1.100 por mês (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)
BPC: Lista de doenças que dão direito ao pagamento de R$ 1.100 por mês (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

O BPC nada mais é do que um benefício, concedido pelo INSS, para os brasileiros que têm problemas de saúde. O cidadão que não conseguir exercer suas atividades de trabalho por alguma questão médica passa a ser contemplado com um salário de R$ 1.100 mensal.

No entanto, além do pagamento agora é possível ter acesso a fila de vacinação do novo coronavírus.

Quais doenças garantem inclusão no BPC

De acordo com os informes concedidos pelo ministério da saúde, todo o segurado do BPC passa a ser considerado como grupo prioritário na imunização.

Porém, a vinculação ao benefício ocorre por regras específicas, sendo necessário comprovar o laudo de uma das doenças abaixo:

  • tuberculose ativa;
  • hanseníase;
  • alienação mental;
  • neoplasia maligna;
  • cegueira;
  • paralisia irreversível e incapacitante;
  • cardiopatia grave;
  • mal de Parkinson;
  • espondiloartrose anquilosante;
  • nefropatia grave;
  • estado avançado da doença de Paget (osteíte deformante);
  • Síndrome da Imunodeficiência Adquirida — AIDS;
  • contaminação por radiação com base em conclusão da medicina especializada; e
  • hepatopatia grave.

Como solicitar o BPC?

O processo de solicitação é simples. Inicialmente o cidadão deve fazer sua avaliação médica para atestar sua doença. Depois, acessando o Meu INSS ele seleciona a aba do BPC e sinaliza seu interesse em receber o salário.

Para isso é preciso enviar uma série de documentações de identificação pessoal e todos os exames e laudos validados por um profissional de saúde com o CRM em dia.

Anteriormente a pandemia, o procedimento médico ere feito através de uma perícia concedida pelo próprio INSS, porém o serviço foi suspenso e passou a ser terceirizado.

Anexados os registros necessários, basta aguardar o tempo de validação do órgão e acompanhar seu protocolo para saber se a solicitação foi aceita. Caso sim, em 30 dias você passa a receber seu salário de acordo com o cronograma de pagamentos do INSS e também pode agendar sua vacina.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA