Ministro da Saúde anuncia investimento de R$ 900 milhões contra a Covid-19

Durante um evento realizado ontem, 11, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, assinou uma portaria que libera um montante no valor de R$ 909 milhões. A quantia será investida em recursos contra a Covid-19

Ministro da Saúde anuncia investimento de R$ 900 milhões contra a Covid-19
Ministro da Saúde anuncia investimento de R$ 900 milhões contra a Covid-19. (Imagem: Montagem FDR.com.br)

A verba será destinada diretamente à Atenção Primária à Saúde, considerada como a principal ligação e porta de entrada para o Sistema Único de Saúde (SUS), especialmente no que compete ao combate ao vírus. Desta forma, Executivos Municipais por todo o país serão contemplados por alguma quantia. 

Os R$ 909 milhões serão distribuídos em quatro partes, ficando da seguinte maneira:

  • R$ 395 milhões para a Atenção Primária à Saúde; 
  • R$ 120 milhões para o apoio e cuidado a idosos;
  • R$ 345 milhões para o incentivo financeiro que garante a segurança alimentar e previne a má nutrição de crianças e gestantes em situação de vulnerabilidade social;
  • R$ 48 milhões para a assistência de comunidades tradicionais como os indígenas e quilombolas.

Na oportunidade, Marcelo Queiroga, ressaltou que o Brasil está em quinto lugar no ranking dos países que mais têm aplicado doses da vacina contra a Covid-19 em todo o mundo.

Embora a informação oficial seja que o país está na 13º posição do ranking de pessoas imunizadas pelas duas doses da vacina contra a Covid-19.

Segundo o ministro da Saúde, o Brasil tem capacidade de contemplar mais de 2,4 milhões de pessoas por dia na campanha de vacinação contra a Covid-19. Seu parecer foi ressaltado e apoiado pelo ministro da Cidadania, João Roma, ao se mostrar entusiasmado com os dados referentes ao esquema vacinal. 

“Faço um agradecimento como cidadão no seu trabalho, que vem mostrando que vamos sim vencer esse momento. Os números que o país vem mostrando são cada vez mais animadores”, disse João Roma. 

Em contrapartida ao positivismo enaltecido, é preciso dizer que o Brasil atingiu uma média móvel de 2,4 mil mortos por dia, ocupando o segundo lugar no ranking mundial de óbitos por Covid-19. Neste sentido, o país já ultrapassou a marca de 420 mil mortos pela doença, ficando atrás apenas dos Estados Unidos da América (EUA).

Nas últimas 24 horas, o Brasil registrou 2.275 mortes por Covid-19, totalizando o patamar nacional em 425.711 óbitos provenientes da doença desde o início da pandemia no ano de 2020.

Os dados indicam que a média móvel nos últimos sete dias chegou a 1.980. O número não se igualou à marca de 2 mil mortes pela primeira vez em 55 dias. 

 

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Ministro da Saúde anuncia investimento de R$ 900 milhões contra a Covid-19

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA