Recife e Jaboatão anunciam vacinação contra COVID-19 para beneficiários do BPC

As prefeituras de Recife e Jaboatão dos Guararapes, anunciaram o início da vacinação contra a Covid-19 em pessoas com deficiência. No entanto, estes munícipes devem ser maiores de idade, ou seja, ter 18 anos ou mais, e estarem inscritos no Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Recife anuncia vacinação contra Covid-19 para beneficiários do BPC
Recife anuncia vacinação contra Covid-19 para beneficiários do BPC. (Imagem: Pedro Alves/G1)

Estas pessoas devem fazer o agendamento para serem imunizadas através do site ou aplicativo Conecta Recife. A vacinação contra a Covid-19 para este grupo já começa nesta terça-feira, 11, conforme anunciado pelo prefeito de Recife, João Campos. 

O aplicativo Conecta Recife pode ser adquirido gratuitamente pela PlayStore e AppStore, ou seja, tanto para Android quanto iOS. O site para acesso é o: www.conectarecife.recife.pe.gov.br.

As pessoas com deficiência, com idades a partir de 18 anos, que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e moram em Jaboatão dos Guararapes também já podem fazer o agendamento para receberem a vacina por meio da ferramenta “De Olho na Consulta”, pelo site deolhonaconsulta.jaboatao.pe.gov.br.

Ao acessar o aplicativo, basta fazer o cadastro e anexar uma documentação específica, composta pelo comprovante de residência, extrato de recebimento do BPC e foto do cartão do benefício. Os mesmos documentos devem ser apresentados no ato da vacinação contra a Covid-19, no dia, local e horário marcados.

Na oportunidade, o prefeito de Recife disse que os cidadãos que tiverem dificuldades no cadastro podem buscar auxílio junto a uma das unidades de saúde de Recife.

No cadastro é preciso indicar a qual grupo prioritário o cidadão se encaixa, além de acrescentar dados simples como nome completo, CPF, nome da mãe, telefone, data de nascimento, raça, sexo e e-mail.

A informação sobre o grupo prioritário é essencial pois a capital pernambucana também tem direcionado o calendário de vacinação contra a Covid-19 para os profissionais da área da saúde, idosos com idade igual ou superior a 60 anos, grávidas, puérperas, e os demais cidadãos:

  • Com idade entre 18 e 59 anos que são transplantadas de órgão sólido ou de medula óssea;
  • Com síndrome de Down;
  • Com HIV;
  • Com doença renal crônica que fazem hemodiálise;
  • Com obesidade mórbida.

Pessoas na faixa etária de 55 a 59 anos de idade que possuem alguma das comorbidades listadas pelo Plano Nacional de Imunização (PNI) também podem procurar os pontos de vacinação para serem imunizados. É o caso de pessoas com as seguintes doenças: 

  • Diabetes miellitus;
  • Pneumopatias crônicas graves;
  • Hipertensão arterial persistente e nos estágios 1, 2 e 3 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Cor-pulmonal e hipertensão pulmonar;
  • Cardiopatia hipertensiva;
  • Síndromes coronarianas;
  • Valvopatias;
  • Miocardiopatias e pericardiopatias;
  • Doenças da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas;
  • Arritmias cardíacas;
  • Cardiopatia congênita no adulto;
  • Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados;
  • Doença cerebrovascular;
  • Doença renal crônica;
  • Imunossuprimidos;
  • Pacientes oncológicos com tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos seis meses;
  • Hemoglobinopatia grave;
  • Obesidade mórbida;
  • Síndrome de Down;
  • Cirrose hepática.

Este grupo deve comprovar a condição alegada através de laudos médicos. Este, junto aos documentos de identificação pessoais devem ser apresentados no ato da vacinação. 

 

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR.