Calendário de vacinação da COVID-19 para pessoas com deficiência em SP

Nesta quarta-feira (5), o governo de São Paulo anúnciou a vacinação de grávidas e puérperas com comorbidades, pessoas com deficiência e pessoas com comorbidades. Esses grupos serão vacinados contra a COVID-19 a partir da próxima semana.

Calendário de vacinação da COVID-19 para pessoas com deficiência em SP
Calendário de vacinação da COVID-19 para pessoas com deficiência em SP

No dia 11 de maio, começam a ser vacinadas as pessoas com deficiência permanente e que tenham entre 55 e 59 anos de idade e recebam o benefício de prestação continuada de assistência social (BPC). Desse grupo, fazem parte cerca de 30 mil pessoas.

Esse grupo precisa comprovar o recebimento do benefício.

Outros grupos prioritários

Já no dia 12 de maio terá início a vacinação de pessoas entre 55 e 59 anos que possuem uma ou mais comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde.

Para conseguirem a  vacinação, estas pessoas precisam comprovar a condição de risco por meio de exames, relatório médico ou prescrição médica. 

Os cadastros já existentes nas Unidades Básicas de Saúde poderão ser utilizados para a comprovação. O governo pretende vacinar 900 mil pessoas dessa faixa etária.

A vacinação para as gestantes e puérperas com comorbidades, acima dos 18 anos, terá início a partir do dia 11 de maio. O governo paulista estima que 100 mil mulheres compõem esse grupo.

Já as gestantes com comorbidades poderão ser vacinadas em qualquer idade gestacional. As puérperas serão vacinadas com o prazo de até 45 dias após o parto.

Para que tenham direito a tomar a vacina, será necessário comprovar o estado gestacional, com carteira de acompanhamento, o pré-natal ou laudo médico, além do atestado de nascimento da criança, no caso das puérperas. 

Além disso, vai ser preciso comprovar a condição de risco por meio de exames, receitas, relatórios médicos ou prescrição médica.

Cadastro para vacinação contra COVID-19 em São Paulo

Para que a vacinação seja mais rápida, o governo recomenda que seja realizado o  o pré-cadastro no site VacinaJá, que diminui o tempo de espera no momento da vacinação.

O pré-cadastro não é obrigatório, e os cidadãos que não puderem preenchê-lo poderão se vacinar normalmente, informando seus dados presencialmente no momento da vacinação.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.