Comércio do Espírito Santo ganha NOVAS regras de funcionamento esta semana

No Espírito Santo, o comércio nos municípios classificados como alto risco para o contágio do coronavírus, estão com o horário de funcionamento ampliado em decorrência do Dia das Mães que acontece neste domingo, 9. Entenda.

Comércios do Espírito Santo ganham NOVAS regras de funcionamento esta semana
Comércios do Espírito Santo ganham NOVAS regras de funcionamento esta semana (Imagem: Rovena Rosa/Agência Brasil)

De acordo com o anúncio do governador Renato Casagrande, as 56 cidades classificadas como risco alto podem ter as lojas de rua e de shoppings abertas de segunda a sexta das 10h às 20h, e no sábado de 8h às 18h.

Segundo Casagrande, estes novos horários foram definidos por conta do Dia Das Mães ser uma das datas mais lucrativas para o comércio que já sofre com as medidas de restrição contra a Covid-19.

“O Dia das Mães é importante para todos nós não só pela questão sentimental e cultural que se estabeleceu do encontro entre as famílias, mas também temos uma atividade de comércio muito intensa na semana que antecede o Dia das Mães. Devido a isso, mudaremos excepcionalmente o horário de funcionamento de comércio, tanto de rua como nos shoppings. No sábado o horário é diferenciado porque a demanda de transporte público é menor”, disse o governador.

Casagrande, porém, ressaltou a importância das medidas de prevenção contra o coronavírus e que elas devem continuar senso seguidas. Ele pediu que a população mantenha o uso de máscara, evite aglomerações e usem álcool em gel.

O governador aproveitou a ocasião para anunciar a chegada de mais vacinas ao longo desta semana.

Quarentena no Espírito Santo

Casagrande comemorou a eficácia das medidas de isolamento social no estado afirmando que de acordo com um estudo, 875 vidas foram salvas em decorrência das  medidas aplicadas.

Mapa de Risco do Espírito Santo 

O 53º Mapa de risco do Espírito Santo, que vale até o próximo dia 9 de maio, possui 56 municípios considerados de risco alto e 22 em risco moderado. 

Diferente do documento da semana passada, o novo mapa não tem nenhuma cidade classificada como risco extremo e em risco baixo.

A Região Metropolitana (Vitória, Serra, Cariacica, Vila Velha, Viana, Fundão e Guarapari) pertence classificada como risco alto.

Paulo AmorimPaulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.