Flexibilização em SP: Tudo o que muda no comércio a partir de sábado (1)

Nesta quarta-feira (28), o governo de São Paulo anunciou uma nova flexibilização da quarentena no estado. A partir deste sábado (1º), os estabelecimentos autorizados poderão funcionar das 6h às 20h. Esta medida de flexibilização em SP valerá até dia 9 de maio.

Flexibilização em SP: Tudo o que muda no comércio a partir de sábado (1)
Flexibilização em SP: Tudo o que muda no comércio a partir de sábado (1) (Imagem: Rovena Rosa/Agência Brasil)

O governo estadual estabeleceu o horário estendido das 6h às 20h para atendimento presencial limitado a 25% da capacidade em comércios e serviços não essenciais. Cabe ressaltar que, até esta sexta (30) o horário atual segue em vigor, das 11h às 19h.

O horário estendido vale a partir deste sábado (1º) para os estabelecimentos comerciais, galerias e shoppings. Este mesmo expediente poderá ser seguido por serviços como restaurantes e similares, barbearias, salões de beleza, academias, clubes e espaços culturais — como cinemas, teatros e museus.

O governo destaca que os parques estaduais e municipais poderão ficar abertos, mas com a autorização de funcionamento das 6h às 18h.

De acordo com a fase de transição do Plano São Paulo, seguem liberadas as celebrações individuais e coletivas em igrejas, templos e espaços religiosos. Contudo, será preciso seguir rigorosamente todos os protocolos de higiene e distanciamento.

Como forma de evitar aglomerações, a capacidade máxima de ocupação nos estabelecimentos liberados foi mantida em 25%. A medida o toque de recolher das 20h às 5h em todas as cidades do estado.

O governo recomenda o teletrabalho para atividades administrativas não essenciais. Além disso, há a recomendação de escalonamento de horários para entrada e saída de trabalhadores do comércio, serviços e indústrias.

Posicionamento do governo sobre a flexibilização em SP

O governador João Doria destacou que o governador tem proporcionado evolução, mas não liberação. Ele ainda ressaltou a necessidade de seguir as regras sanitárias para proteger vidas.

Segundo a Secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, o estado tem apresentado uma redução de leitos de UTI ocupados de cerca de 1% por semana.

Ela alegou que o governo tem dado um novo voto de confiança para todos os setores econômicos. A secretária ainda afirmou que conta com todos os prefeitos de São Paulo neste processo. Ele destaca que a expansão do horário é significativa.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Flexibilização em SP: Tudo o que muda no comércio a partir de sábado (1)

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do FDR produzindo conteúdo sobre economia.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA