Governo de SP divulga novos horários de funcionamento na fase de transição

Nesta quarta, 28, uma nova flexibilização das medidas do Plano São Paulo foi anunciado pelo Governo de SP. A partir do próximo sábado, 1º de maio, as lojas, shoppings, restaurantes, salões de beleza, academias e demais locais comerciais poderão abrir das 6h às 20h. A princípio a nova determinação vale até 9 de maio. 

Governo de SP divulga novos horários de funcionamento na fase de transição
Governo de SP divulga novos horários de funcionamento na fase de transição (Foto: Roberto Casimiro/Fotoarena/Sipa USA)(Sipa via AP Images)

O toque de recolher entre 20h e 5h foi mantido e os estabelecimentos são recomendados a atender apenas 25% de sua capacidade total. Como se trata de uma recomendação, não haverá multa ou fiscalização nos estabelecimentos para verificar a lotação dos mesmos.

O Estado de São Paulo está atualmente na chamada “fase de transição” que foi criada no último dia 16 pelo governo estadual. O objetivo é ser um estágio transitório entre as fases vermelha e laranja.

Porém, diante da flexibilização anunciada pelo governador João Dória ontem, a fase de transição é mais permissiva que as fases laranja e amarela: foram liberadas 14 horas diárias a partir deste sábado, contra 8 horas diárias na fase laranja e 10 horas diárias na amarela.

O funcionamento dos shoppings, comércio de rua e atividades religiosas já estavam autorizados, com restrições, desde o último dia 18. Já os restaurantes, parques, academias e salões de beleza foram autorizados a retomar no sábado passado, 24.

Plano São Paulo a partir de 1º de maio

  • Shoppings e lojas de rua podem funcionar das 6h às 20h, com recomendação de  até 25% da capacidade total.
  • Cultos, missas e demais atividades religiosas coletivas podem abrir no período das 6h às 20h
  • Restaurantes e lanchonetes podem atender presencialmente entre as 6h às 20h
  • Salões de beleza e cabeleireiros podem abrir das 6h às 20h
  • Cinemas, teatros, museus, eventos e convenções funcionar no período das 6h às 20h
  • Academias, clubes e centros esportivos podem operar das 6h às 20h, apenas para atividades físicas individuais agendadas previamente.
  • Os parques permanecem com horário de funcionamento das 6h às 18h
  • Bares não podem atender presencialmente, porém podem operar como restaurantes com o público sentado e serviço de alimentos para acompanhar bebidas.

O governo do estado trata estas alterações como um voto de confiança para os prefeitos e empresários.

“Nós estamos novamente dando um voto de confiança para todos os setores econômicos e contando com todos os prefeitos neste processo. A expansão do horário é significativa”, disse Patrícia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.