Auxílio não está no Bolsa Família? Você tem ESTE prazo para contestar

Conforme anunciado constantemente nas últimas semanas, o beneficiário que tiver o auxílio emergencial negado pode contestar o resultado pelo site da Dataprev. O mesmo procedimento também é válido para os inscritos no Bolsa Família

Auxílio não está no Bolsa Família? Você tem ESTE prazo para contestar
Auxílio não está no Bolsa Família? Você tem ESTE prazo para contestar. (Imagem: FDR)

A princípio, o grupo aprovado no pelo site ou aplicativo do auxílio emergencial, bem como pelo registro no Cadastro Único (CadÚnico) tem até o dia 22 de abril, esta quinta-feira, para fazer a contestação.

No entanto, este procedimento está liberado apenas para aqueles que tiveram o benefício negado até o dia 10 de abril. Isso porque, a data final para contestação foi no dia 12 de abril, porém, o Governo Federal demorou para disponibilizar alguns resultados. 

Agora, se tratando dos beneficiários inscritos no Bolsa Família, o prazo final para contestar o auxílio emergencial negado é no dia 1º de maio. Conforme apurado, cerca de 4,59 milhões de componentes deste grupo foram caracterizados como inelegíveis. 

É importante ressaltar que a Dataprev permitirá que o beneficiário passe por uma nova análise somente se ele se enquadrar nas regras de concessão do benefício e tiver a capacidade de comprovar a irregularidade alegada.

Lembrando que os inscritos no Bolsa Família têm direito a receber apenas um dos benefícios, prevalecendo o pagamento do recurso de maior valor. 

Os beneficiários do Bolsa Família que tiveram o auxílio emergencial negado, devem saber que continuarão a ser contemplados pela bolsa de transferência de renda até que a contestação seja analisada e um novo pagamento seja autorizado. 

O auxílio emergencial é pago para todos os beneficiários diretamente na conta poupança social digital do Caixa Tem. A diferença é que enquanto os beneficiários gerais devem aguardar até 30 dias para fazer saques e transferências do dinheiro, os inscritos no Bolsa Família podem fazer este tipo de movimentação no mesmo dia. 

Apenas no Bolsa Família, serão contemplados cerca de 4,59 milhões de pessoas por um montante na margem de R$ 853 milhões. Se tratando exclusivamente da folha de pagamento do mês de abril, a soma resulta em R$ 3,8 bilhões para 14,6 milhões de famílias no Bolsa Família.

O Bolsa Família também será contemplado por quatro parcelas com valores que podem variar entre R$ 150, R$ 250 e R$ 375. A parcela de menor valor será paga para quem mora sozinho.

Enquanto a quantia média se destina ao responsável pelo grupo familiar e o teto do benefício é voltado para as mães solteiras chefes de família monoparental.

Calendário Bolsa Família

Veja o calendário de depósitos do auxílio emergencial para o Bolsa Família

Dígito final NIS Parcela 1 Parcela 2 Parcela 3 Parcela 4
NIS final 1 16 de abril 18 de maio 17 de junho 19 de julho
NIS final 2 19 de abril 19 de maio 17 de junho 19 de julho
NIS final 3 20 de abril 20 de maio 21 de junho 21 de julho
NIS final 4 22 de abril 21 de maio 22 de junho 22 de julho
NIS final 5 23 de abril  24 de maio 23 de junho 23 de julho
NIS final 6 26 de abril 25 de maio 24 de junho 26 de julho
NIS final 7 27 de abril 26 de maio 25 de junho 27 de julho
NIS final 8 28 de abril 27 de maio 28 de junho 28 de julho
NIS final 9 29 de abril 28 de maio 29 de junho 29 de julho
NIS final 0 30 de abril 31 de maio 30 de junho 30 de julho

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.