INSS voltou! Veja quais agências optaram por retorno presencial

Pontos-chave
  • As agências do INSS das regiões Norte e Centro-Oeste retornaram com o atendimento presencial;
  • Os atendimentos só irão acontecer com agendamento prévio, a fim de evitar aglomerações;
  • Nas regiões Norte e Centro-Oeste o atendimento foi interrompido por duas semanas.

Desde a segunda-feira (12), as agências do INSS das regiões Norte e Centro-Oeste retornaram com o atendimento presencial. Porém os atendimentos só irão acontecer com agendamento prévio, a fim de evitar aglomerações.

INSS voltou! Veja quais agências optaram por retorno presencial
INSS voltou! Veja quais agências optaram por retorno presencial (Imagem: montagem/FDR)

No mês de março, o INSS suspendeu o atendimento presencial em diversos estados. O intuito foi conter o avanço da pandemia de Covid-19. Nas regiões Norte e Centro-Oeste o atendimento foi interrompido por duas semanas.

Os segurados do INSS que residem nessas regiões já podem ser atendidos de forma presencial nas agências. De acordo com o Instituto, todas as unidades estão adotando medidas rigorosas para evitar a disseminação da Covid.

Por esse motivo, os atendimentos só acontecerão por meio de agendamento prévio. O Instituto informou em nota, que a perícia médica e a avaliação social continuam suspensas. O agendamento pode ser feito pelo site ou aplicativo Meu INSS ou pela Central de Atendimento 135.

A Central funciona de segunda a sábado, de 7h às 22h. Durante a ligação será solicitado alguns dados pessoais, como número do CPF, número de inscrição na Previdência Social, número do NIS/PIS ou NIT (para os contribuintes individuais e domésticos), CNPJ ou CPF do empregador e o número do benefício, caso possua.

Nesse meio de comunicação é possível fazer agendamentos, remarcações, consultas, requerimentos de prorrogação, solicitar revisão de benefícios, obter orientações e informações e registrar reclamações, elogios ou denúncias.

Para fazer o agendamento pelas plataformas digitais, os segurados precisam ter o cadastro ativo. Para fazer o cadastro é preciso informar o número do CPF, nome completo, data de nascimento e responder algumas perguntas do seu cadastro junto ao INSS.

Cadastro no Meu INSS

  • Acesse o site ou o aplicativo do Meu INSS;
  • Clique em “Crie sua conta Gov.br”;
  • Selecione uma das opções de cadastro disponíveis;
  • Preencha os campos com as informações de cadastro solicitadas;
  • Crie uma senha pessoal segura;
  • Confirme os dados pessoais.

Agendamento do INSS

O segurado que deseja ser atendimento de forma presencial em uma das agências do INSS precisa, primeiro, fazer o agendamento. Para isso, basta acessar a plataforma digital ou o aplicativo e seguir as seguintes orientações:

  • Acesse o Meu INSS;
  • Clique na aba de agendamentos;
  • Informar o serviço a ser realizado;
  • Selecione o local mais próximo de sua residência;
  • Marque o dia e horário disponível e que deseja ser atendido;
  • Será enviado o comprovante de marcação (esse documento deve ser apresentado na agência escolhida, no dia e hora agendada).

Serviços disponíveis no Meu INSS

O Instituto Nacional do Seguro Social lembra aos segurados que nos canais de atendimento é possível fazer diversos serviços. Sendo assim, devido à pandemia de Covid-19, é aconselhável só solicitar um atendimento presencial para casos urgentes. Veja abaixo os principais serviços disponíveis no Meu INSS:

  • Agendamentos e solicitações;
  • Agendar perícia;
  • Emitir Guia de Pagamentos (GPS);
  • Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT);
  • Calendário de Pagamento;
  • Encontre uma Agência;
  • Verificar Autenticidade de Documentos;
  • Simulador de aposentadoria;
  • Salário maternidade;
  • Pensão por morte;
  • Auxílio-doença;
  • Seguro Desemprego do Pescador Artesanal;
  • Benefícios Assistenciais;
  • Certidão de tempo de contribuição;
  • Alterar local ou forma de pagamento;
  • Cadastrar ou renovar procuração ou representante legal;
  • Solicitar pagamento de benefício não recebido;
  • Acompanhamento do andamento de benefício e serviços;
  • Recurso e revisão;
  • Extrato do imposto de renda;
  • Extrato de pagamento de benefícios;
  • Extrato de Contribuição CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais);
  • Extrato de empréstimos consignados;
  • Declaração de Benefício do INSS;
  • Resultado de Benefício por Incapacidade;
  • Carta de Concessão;
  • Declaração de Contribuinte Individual (DRSCI).

Auxílio doença sem perícia

Essa modalidade de perícia online, só foi liberada para os casos considerados simples. Sendo assim, poderá ser aplicado nas situações em que a comprovação do direito é possível por meio de análise de exames e atestado médico.

INSS voltou! Veja quais agências optaram por retorno presencial
INSS voltou! Veja quais agências optaram por retorno presencial (Imagem: Reprodução/Oitchau)

O auxílio doença por perícia online está em fase de teste. Caso seja comprovada a sua eficácia, o Instituto Nacional do Seguro Social pode aderir definitivamente no próximo ano. O intuito é agilizar a liberação dos benefícios e diminuir a fila de espera.

Todo o procedimento será realizado pelo site ou aplicativo Meu INSS. Dessa maneira, até mesmo o envio dos documentos é pela plataforma, por meio de foto. A análise dos documentos é realizada pelo médico perito.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, além de realizar consultoria de redação on-line.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA