Transferência bancária pelo WhatsApp: Como vai funcionar e quem pode usar?

O Banco Central (BC) autorizou oficialmente a realização de pagamento e transferência bancária pelo WhatsApp. A empresa Facebook Pagamentos do Brasil foi aprovada como “iniciador de transações”. A decisão foi anunciada na terça-feira (30).

Transferência bancária pelo WhatsApp: Como vai funcionar e quem pode usar?
Transferência bancária pelo WhatsApp: Como vai funcionar e quem pode usar? (Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

A autoridade monetária também concedeu à Visa e à Mastercard autorizações para dois arranjos de pagamentos — transferência/depósito e operações pré-pagas. As operações pré-pagas permitem que o usuário insira dinheiro na carteira virtual para gastar posteriormente.

O WhatsApp também fará parte do arranjo. Dessa forma, será possível realizar transferências pelo aplicativo de mensagens.

Segundo o modelo autorizado pelo BC, o mensageiro de Mark Zuckerberg somente iniciará as transações entre contas dos clientes nas instituições financeiras em que são correntistas. O aplicativo terá como credencial o número do cartão de débito ou pré-pago das bandeiras Visa ou Mastercard.

Sendo assim, o WhatsApp não guardará o dinheiro do usuário em uma conta. Os pagamentos para pessoas e empresas será mediante cadastro de um cartão no aplicativo.

De acordo com o Banco Central, o WhatsApp poderá estabelecer qual será a tarifa para a utilização do serviço, assim como quem a pagará — quem envia ou quem recebe os fundos. As operações estarão disponíveis a partir da data em que o WhatsApp liberar a funcionalidade.

As operações poderão ser feitas somente dentro do Brasil. Os pagamentos de compras por meio da plataforma Facebook Pay não foram incluídos na autorização do Banco Central. Este pedido das operadoras segue sob análise.

Funcionalidade de transferências bancárias pelo WhatsApp deve ser lançada em breve

O WhatsApp afirmou que está nos preparativos finais para disponibilizar este serviço no país. No momento, não há indicativo que a novidade será integrada ao sistema Pix. Assim que a função de pagamentos estiver disponível no aplicativo, o WhatsApp compartilhará mais informações.

O mensageiro aponta que os pagamentos digitais seguros e convenientes oferecem uma solução vital para a rápida transferência de dinheiro às pessoas que necessitam. O WhatsApp também ressalta a importância da funcionalidade para ajudar empresas na recuperação econômica.

O Banco Central levou quase 10 meses de análise para a autorização da funcionalidade. O anúncio deste recurso havia sido em junho do ano passado. Na ocasião, o BC tinha suspendido o teste que o Facebook começou a realizar no país.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.