INSS garante bônus de 25% no valor da sua aposentadoria; veja como pedir

Segurados do INSS podem ter acréscimos em suas aposentadorias. O cidadão que precisar de ajuda de terceiros para realizar suas atividades diárias têm o direito de solicitar um adicional de 25% em seus salários. A concessão é realizada tendo em vista a necessidade de financiar a ajuda de algum familiar ou cuidador. Entenda como fazer seu pedido.

INSS garante bônus de 25% no valor da sua aposentadoria; veja como pedir (Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
INSS garante bônus de 25% no valor da sua aposentadoria; veja como pedir (Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

O adicional de 25% no valor da aposentadoria está entre os benefícios pouco publicizados pelo INSS. Por meio dele, o segurado que tem ajuda de um cuidador passa a ter direito a acréscimo em seus salários de modo que ajuda no pagamento daquele que está lhe auxiliando. A concessão é feita através do próprio INSS, desde que o cidadão sinalize seu interesse.

Como posso ter acesso ao adicional pelo INSS e quem tem direito?

Antes de mais nada, é preciso entrar em contato com o órgão para informar o desejo do acréscimo. É necessário ressaltar que a concessão só é realizada para quem se enquadra na aposentadoria por invalidez, ou seja, o cidadão doente que não tem capacidade de manter um trabalho permanente.

Dentro desse grupo, há ainda a seleção por parte dos inválidos que de fato precisam do suporte de terceiros até mesmo para as atividades domesticas. Nesse caso, é só acessar o aplicativo do Meu INSS ou ligar para o 135 e dar entrada no pedido.

O sujeito terá ainda que se submeter a uma avaliação feita pela perícia médica, para comprovar a necessidade de ajuda. Por fim, basta enviar toda a sua documentação pessoal e apresentar os exames de saúde para a conclusão do processo.

“É importante levar um laudo ou um relatório médico atestando a necessidade de ajuda de uma outra pessoa para afazeres diários. O ideal é que o segurado consiga esse laudo com o médico responsável pelo tratamento, que poderá indicar todo o histórico da incapacidade. No laudo, quanto mais informações sobre a condição do aposentado, melhor”, explica Maria Faiock, advogada especializada em direito previdenciário.

Cálculo de correção do valor

Para quem ganha um salário mínimo de R$ 1.100, o acréscimo é de R$ 275, o que corresponde a 25% da renda. Para os demais, até que seja alcançado o teto previdenciário de R$ 6.433,57, basta também contabilizar a média de 25% e soma-la ao recebimento total.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 4.6
Total de Votos: 13

INSS garante bônus de 25% no valor da sua aposentadoria; veja como pedir

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA