Calendário do auxílio emergencial 2021 será divulgado nesta quarta-feira (31)

Está previsto para ocorrer nesta quarta-feira, 31, a publicação do calendário do auxílio emergencial 2021. A primeira etapa a ser anunciada se refere aos beneficiários que não estão inscritos no programa de transferência de renda, Bolsa Família

Calendário do auxílio emergencial 2021 será divulgado nesta quarta-feira, (31)
Calendário do auxílio emergencial 2021 será divulgado nesta quarta-feira, (31). (Imagem: Reprodução/Google)

Entretanto, os beneficiários do cronograma inicial são aqueles inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal ou os que foram aprovados diretamente pelo cadastro no site ou aplicativo do auxílio emergencial criados pela Caixa Econômica Federal (CEF) em 2020. 

Conforme apurado, esses dois grupos devem receber a primeira parcela no novo auxílio emergencial 2021 até o dia 16 de abril, data em que começam a ser efetuados os pagamentos voltados aos beneficiários do Bolsa Família.

Até então, aguarda-se o comunicado oficial sobre o calendário do auxílio emergencial 2021 na presença do presidente Jair Bolsonaro. 

É de extrema importância que os beneficiários se atentem às novas regras do auxílio emergencial 2021.

Pois, nem todos aqueles que receberam as nove parcelas do benefício em 2020, terão direito à nova rodada. Este ano, somente um membro do grupo familiar registrado em cada endereço terá direito a receber o auxílio emergencial 2021

O valor pago irá variar de acordo com as características de cada beneficiário. Portanto, aqueles que moram sozinhos receberão R$ 150, enquanto as famílias com mais de um componente serão contempladas por R$ 250.

Por fim, a parcela maior no valor de R$ 375 é destinada às mães solteiras provedoras do lar. A variação de valores será paga durante quatro meses, começando em abril e seguindo durante maio, junho e julho. 

Vale ressaltar que o Governo Federal não liberou novos cadastros. Desta forma, tem direito ao auxílio emergencial 2021 somente os beneficiários que já haviam sido aprovados no ano de 2020.

A estimativa é para que cerca de 45,6 milhões de brasileiros recebam os valores da nova rodada. 

Lembrando que têm direito ao auxílio emergencial 2021 os trabalhadores informais, Microempreendedores Individuais (MEI), desempregados que não estejam recebendo seguro-desemprego e cidadãos com renda familiar per capita de meio salário mínimo ou total de três salários mínimos.

Considerando que neste ano somente uma pessoa por família poderá receber o auxílio emergencial 2021, o Governo Federal também estabeleceu regras para definir a prioridade no recebimento do benefício. Sendo assim, terá prioridade a mãe provedora de família monoparental. 

Nas famílias que não possuírem esta categoria de beneficiário, recebe o componente com idade mais elevada, de acordo com a data de nascimento. Em caso de empate, o benefício será destinado à mulher. Se ainda assim não a situação ficar indefinida, o desempate será feito pela ordem alfabética do nome.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.