Mudanças no SISU! MEC mantém classificação em dois cursos com a mesma nota

O parecer do Ministério da Educação (MEC) foi positivo quanto às mudanças no SISU. Sendo assim, as notas de cortes tornam-se aparentemente maiores do que realmente são na prática. Tal medida, de certa forma, exclui o critério de escolha dos cursos por parte dos candidatos. 

Mudanças no SISU! MEC mantém classificação em dois cursos com a mesma nota
Mudanças no SISU! MEC mantém classificação em dois cursos com a mesma nota. (Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Esta previsto para as 18h de hoje (29) a divulgação das notas do Enem. Enquanto isso, a abertura das inscrições no Sistema de Seleção Unificado (SISU) acontecerá no dia 6 de abril.

Por isso, é importante explicar que a nota de corte é o resultado obtido por aquele candidato que teve o menor desempenho aprovado em cada curso. 

A nota de corte é atualizada diariamente durante o período em que as inscrições no SISU estiverem abertas, permitindo ao aluno acompanhar a possibilidade ou não de ser aprovado.

Vale ressaltar que, no caso do candidato que obtiver uma pontuação inferior à nota de corte, ele fica autorizado a trocar de curso, se assim desejar ou arriscar uma vaga na lista de espera.

Entretanto, este processo foi modificado no último ano, sem que o MEC fizesse um anúncio prévio sobre a decisão. O fato é que o Ministério da Educação inviabilizou o uso da norte de corte para a seleção dos candidatos.

Isso porque, em anos anteriores, o sistema não considerava a segunda opção para a nota de corte, uma vez que estavam sendo avaliados para a primeira opção de curso. Porém, o modelo novo não segue a mesma regra. 

Na oportunidade, o especialista em SISU, Frederico Torres, explicou que esse novo modelo resulta em uma dupla classificação.

“Ou seja, um mesmo candidato ocupa temporariamente duas vagas, gerando algo como uma ‘classificação fantasma'”, explicou. 

O especialista continua explicando que “ao sair o resultado, caso o candidato seja aprovado em sua primeira opção, ele desaparecerá da lista de classificados da sua segunda opção, fazendo com que outros candidatos em posições inferiores durante as prévias ganhem várias colocações no momento do resultado da chamada regular”. 

Torres ainda deu o exemplo de um de seus alunos que fechou o último dia de SISU 2020 na 83ª posição. Perante a conclusão do sistema e respectiva saída da lista de quem selecionou o curso em questão como segunda opção, o aluno subiu para a 43ª posição.

Tendo em vista que a mudança não foi divulgada, notou-se o novo método de seleção apenas durante o período de inscrições, levando alguns a acreditarem que se trata de uma inconsistência no site do SISU. 

“O modelo novo deixa os alunos perdidos. O candidato não sabe até que ponto essa classificação que está naquele momento do SISU inclui pessoas que marcaram aquele curso como segunda opção e vão acabar sumindo depois, pois passaram na primeira opção. 

E os estudantes mais prejudicados são aqueles que não têm tanta informação e não acompanham de perto. Eles desistem do curso e ficam sem vagas”, conclui o especialista.

Laura AlvarengaLaura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR