Sebrae registra 98 mil micro e pequenas empresas abertas em 2021; veja como abrir a sua!

Pontos-chave
  • A maior parte das aberturas de micro e pequenas empresas neste ano foram em janeiro;
  • O mês de fevereiro teve baixo desempenho de abertura destas empresas;
  • Em fevereiro, dos 20 segmentos com mais registro de abertura, 18 tiveram queda.

Nos dois primeiros meses de 2021, o Brasil registrou a abertura de 98,1 mil micro e pequenas empresas. Este número foi 1,7% abaixo do que no mesmo período de 2021. As informações foram levantadas pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) com base em dados da Receita Federal.

Sebrae registra 98 mil micro e pequenas empresas abertas em 2021; veja como abrir a sua!
Sebrae registra 98 mil micro e pequenas empresas abertas em 2021; veja como abrir a sua! (Imagem: fauxels/Pexels)

Do total de micro e pequenas empresas abertas no primeiro bimestre deste ano, 55,9 mil foram registradas em janeiro. Este número representa 57% do total aberto nos dois primeiros meses do ano.

Mesmo que o mês de janeiro tenha registrado um aumento de 12,6% em comparação ao mesmo período do ano passado, o baixo desempenho na abertura de empresas em fevereiro puxou o resultado trimestral para baixo.

Em fevereiro, houve um recuo de 15,8% em relação ao mesmo mês de 2020 na abertura de novos negócios.

Segundo o presidente do Sebrae, Carlos Melles, o declínio de abertura dessas empresas em fevereiro pode indicar as dificuldades que os empreendedores estão tendo por conta da pandemia de covid-19 no país desde o final do ano passado.

Por conta das medidas mais restritivas do comércio nos estados, há impacto direto no desempenho dos pequenos negócios no país, de acordo com Melles. Ele destaca que os principais impactados são os ligados aos ramos de alimentação e vestuário.

Resultados de abertura micro e pequenas empresas por atividade em fevereiro

Em fevereiro, dos 20 segmentos com mais registro de abertura, 18 tiveram queda considerável em relação ao mesmo período anterior. Entre eles, estão:

  • Atividades de lanchonetes e similares — queda de 37%;
  • Restaurantes — queda de 34%;
  • Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios — queda de 26%;
  • Vestuário — queda de 24%.

Somente duas atividades tiveram aumento de abertura de empresas em fevereiro. São estas:

  • Consultoria em gestão empresarial — alta de 6%;
  • Atividade de corretagem, compra e venda e avaliação de imóveis — alta de 4%.
Segundo a Sebrae, as medidas mais restritivas resultaram em queda na abertura das empresas em fevereiro
Segundo a Sebrae, as medidas mais restritivas da pandemia resultaram em queda na abertura das empresas em fevereiro (Imagem: Burst/Pexels)

Como abrir uma empresa

Para a abertura de uma empresa, o interessado deve estar atento a todos os detalhes necessários para estar totalmente regularizado. Segundo levantado pelo Contabilizei, de maneira resumida, será preciso obter os seguintes pontos:

  1. Defina o modelo de negócios e nome da empresa: Franquia, Assinatura, Freemium, Marketplace ou Economia Colaborativa. A escolha depende da atuação do negócio.
  2. Contrate um contador: Após estudar o mercado, levantar os gastos e definir o local de trabalho, o passo seguinte é dar entrada no processo de abertura da empresa. Para isso, vale contratar um escritório de contabilidade. O ideal seria um com experiência em abertura de micro e pequenas empresas.
  3. Escolha o tipo de empresa parar a abertura: Microempreendedor Individual (MEI), Microempresa (ME), Empresa de Pequeno Porte (EPP), Médio ou Grande porte.
  4. Estabeleça a Natureza Jurídica da empresa: Empresário Individual (EI), Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI), Sociedade Limitada Unipessoal (SLU) ou Sociedade Limitada (LTDA).
  5. Escolha as atividades para exercer (CNAEs): há possibilidade de ter mais de uma Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) no CNPJ. No entanto, um deles deverá ser o principal e os demais devem ser incluídos como secundários.
  6. Descubra qual será o regime tributário: Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real
  7. Elabore o Contrato Social com a participação dos sócios: No Contrato Social, há os dados básicos do negócio, como o nome dos sócios, endereço da sede, os deveres de cada sócio com o empreendimento, o ramo de atuação, entre outros.
  8. Separe os documentos obrigatórios para realizar o registro na Junto comercial: os documentos variam conforme o estado e cidade. O processo de abertura de empresa pode ser feito sozinho. Isto ocorre porque a contabilidade se torna necessária após o recebimento do CNPJ. Contudo, há recomendação de contar com alguma orientação neste processo.
  9. Em algumas situações, será preciso obter o alvará de localização e funcionamento: esta etapa vale apenas para alguns tipos de empresa.
  10. Realize a Inscrição Estadual: conforme o tipo de empresa — serviço ou comércio — é preciso efetuar a inscrição do estado e município.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.