Vale alimentação escolar no Pará recarrega cartão pela 8ª vez; confira valor da rodada

O governo do Estado do Pará liberou a 8ª recarga do vale alimentação escolar para os 576 mil estudantes contemplados. O auxílio faz parte das medidas adotadas pelo governo paraense e é viabilizado pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Vale alimentação escolar no Pará recarrega cartão pela 8ª vez; confira valor da rodada
Vale alimentação escolar no Pará recarrega cartão pela 8ª vez; confira valor da rodada (Imagem: Reprodução/Google)

A 8ª recarga do vale alimentação escolar do Pará foi liberada no dia 25 de fevereiro. Porém, o valor é repassado de forma escalonada para os mais de 500 mil estudantes da rede estadual de ensino que foram contemplados.

Dessa maneira, o primeiro grupo de estudantes a receber a 8ª recarga foram os que residem na região de Integração do Guajará, que abrange os municípios de Ananindeua, Belém, Benevides, Marituba e, por fim, Santa Bárbara do Pará.

Essa liberação da recarga do vale alimentação de forma escalonada tem como intuito evitar aglomerações nos estabelecimentos credenciados, a fim de evitar a contaminação e propagação da Covid-19 no estado do Pará.

Os pais, alunos ou responsáveis podem realizar a compra de itens alimentícios,  de higiene pessoal e limpeza, dentre outros, usando o cartão disponibilizado pela Seduc. A ideia do governo do Estado é oferecer o mínimo para uma vida digna aos estudantes e seus familiares durante este período de pandemia.

Diante disso, esse recurso não só tem ajudado os estudantes, mas a família por inteiro. Além disso, o vale alimentação escolar pode ser cumulativo, ou seja, famílias que possuem mais de um estudante matriculado na rede estadual de ensino recebe o valor equivalente ao número.

É importante lembrar que com a pandemia de Covid-19, há quase um ano, muitos brasileiros têm enfrentado dificuldades de conseguir trabalho e, como consequência, recursos para manter as suas famílias.

Por esse motivo, a iniciativa do governo do Pará tem ajudado as famílias de todos os estudantes que estão passando por alguma dificuldade financeira. Outra questão, muito frequente no Brasil, é que muitos estudantes têm na merenda escolar a única refeição completa no seu dia.

Além disso, a iniciativa do estado movimenta a economia da região paraense. Segundo Diego Leite, gerente de uma rede de supermercado credenciado, assim que o auxílio é liberado o fluxo de clientes e o quantitativo de vendas tem um aumento muito perceptível.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.