13° salário do INSS vai ser antecipado! Guedes garantiu mudança no calendário

Ministro da economia confirma antecipação de salário da Previdência. Na última semana, Paulo Guedes afirmou que o 13º salário do INSS será novamente liberado até o mês de abril. A proposta estava sendo cogitada pela gestão federal, mas corria o risco de suspensão diante da validação do novo auxílio emergencial. Entenda seu funcionamento no texto abaixo.

13° salário do INSS vai ser antecipado! Guedes garantiu mudança no calendário (Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
13° salário do INSS vai ser antecipado! Guedes garantiu mudança no calendário (Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Os aposentados e pensionistas do INSS deverão, por mais um ano, ter o seu 13º salário antecipado. Diante da permanência do novo coronavírus que segue desestabilizando a economia nacional, a iniciativa visa aplicar uma injeção financeira capaz de garantir a rotatividade do PIB.

Diante da confirmação de novas parcelas pelo auxílio emergencial, o presidente Jair Bolsonaro tinha afirmado não saber se seria possível garantir a antecipação do 13º salário do INSS. No entanto, na última sexta-feira (05), Guedes confirmou que a alteração de calendário deverá ser mantida.

Quando acontece o pagamento do 13° salário do INSS

De acordo com a entrevista concedida pelo ministro, a concessão só será efetivada depois da aprovação do Orçamento Geral da União deste ano. O congresso deverá validar a folha de pagamentos federal ao longo dos próximos dias, podendo assim o 13º ser concedido a partir de abril.

“O abono salarial já foi antecipado. Agora, assim que aprovar o orçamento, vai ser antecipado o décimo terceiro justamente dos mais frágeis, dos mais idosos, como fizemos da outra vez”, afirmou Guedes.

Ele explicou ainda que o texto da antecipação já foi encaminhado para a Câmara dos Deputados, devendo ser votado ainda nesta semana. No Senado, a proposta já foi aceita pela maioria dos parlamentares.

Valores e formas de pagamento

A previsão é de que a primeira parcela com 50% do benefício seja concedida ainda no mês de abril. Seu valor, no entanto, varia de acordo com a realidade previdenciária de cada segurado. Inicialmente o governo ressaltou que não serão aplicados os descontos tributários do IRPF.

Já na segunda rodada, onde serão concedidos os demais 50%, aparentemente até julho, haverá os descontos do imposto para quem se enquadrar nas faixas mínimas de renda.

O pagamento permanecerá sendo feito dentro das normas do INSS, seguindo as datas marcadas no calendário oficial, apenas antecipando os meses.

Calendário do INSS 2021

Para quem recebe até 1 salário mínimo
Final 1 25/1; 22/2; 25/3; 26/4; 25/5; 24/6; 26/7; 25/8; 24/9; 25/10; 24/11 e 23/12
Final 2 26/1; 23/2; 26/3; 27/4; 26/5; 25/6; 27/7; 26/8; 27/9; 26/10; 25/11 e 27/12
Final 3 27/1; 24/2; 29/3; 28/4; 27/5; 28/6; 28/7; 27/8; 28/9; 27/10; 26/11 e 28/12
Final 4 28/1; 25/2; 30/3; 29/4; 28/5; 29/6; 29/7; 30/8; 27/9; 28/10; 29/11 e 29/12
Final 5 29/1; 26/2; 31/3; 30/4; 31/5; 30/6; 30/7; 31/8; 30/9; 29/10; 30/11 e 30/12
Final 6 1º/2; 1º/3; 1º/4; 3/5; 1º/6; 1º/7; 2/8; 1º/9; 1º/10; 1º/11; 1º/12 e 3/1/2022
Final 7 1º/2; 1º/3; 1º/4; 3/5; 1º/6; 1º/7; 2/8; 1º/9; 1º/10; 1º/11; 1º/12 e 3/1/2022
Final 8 3/2; 3/3; 6/4; 5/5; 4/6; 5/7; 4/8; 3/9; 5/10; 4/11; 3/12 e 5/1/2022
Final 9 4/2; 4/3; 7/4; 6/5; 7/6; 6/7; 5/8; 6/9; 6/10; 5/11; 6/12 e 6/1/2022
Final 0 5/2; 5/3; 8/4; 7/5; 8/6; 7/7; 6/8; 8/9; 7/10; 8/11; 7/12 e 7/1/2022
Para quem recebe acima de 1 salário mínimo
Finais 1 e 6 1º/2; 1º/3; 1º/4; 3/5; 1º/6; 1º/7; 2/8; 1º/9; 1º/10; 1º/11; 1º/12 e 3/1/2022
Finais 2 e 7 1º/2; 1º/3; 1º/4; 3/5; 1º/6; 1º/7; 2/8; 1º/9; 1º/10; 1º/11; 1º/12 e 3/1/2022
Finais 3 e 8 3/2; 3/3; 6/4; 5/5; 4/6; 5/7; 4/8; 3/9; 5/10; 4/11; 3/12 e 5/1/2022
Finais 4 e 9 4/2; 4/3; 7/4; 6/5; 7/6; 6/7; 5/8; 6/9; 6/10; 5/11; 6/12 e 6/1/2022
Finais 5 e 0 5/2; 5/3; 8/4; 7/5; 8/6; 7/7; 6/8; 8/9; 7/10; 8/11; 7/12 e 7/1/2022

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Eduarda AndradeEduarda Andrade
Mestre em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Atualmente se divide entre a edição do Portal FDR e a sala de aula. - Como jornalista, trabalha com foco na produção e edição de notícias relacionadas às políticas públicas sociais. Começou no FDR há três anos, ainda durante a graduação, no papel de redatora. Com o passar dos anos, foi se qualificando de modo que chegasse à edição. Atualmente é também responsável pela produção de entrevistas exclusivas que objetivam esclarecer dúvidas sobre direitos e benefícios do povo brasileiro. - Além do FDR, já trabalhou como coordenadora em assessoria de comunicação e também como assessora. Na sua cartela de clientes estavam marcas como o Grupo Pão de Açúcar, Assaí, Heineken, Colégio Motivo, shoppings da Região Metropolitana do Recife, entre outros. Possuí experiência em assessoria pública, sendo estagiária da Agência de Desenvolvimento Econômico do Estado de Pernambuco durante um ano. Foi repórter do jornal Diário de Pernambuco e passou por demais estágios trabalhando com redes sociais, cobertura de eventos e mais. - Na universidade, desenvolve pesquisas conectadas às temáticas sociais. No mestrado, trabalhou com a Análise Crítica do Discurso observando o funcionamento do parque urbano tecnológico Porto Digital enquanto uma política pública social no Bairro do Recife (PE). Atualmente compõe o corpo docente da Faculdade Santa Helena e dedica-se aos estudos da ACD juntamente com o grupo Center Of Discourse, fundado pelo professor Teun Van Dijk.