Como vai funcionar o financiamento imobiliário da Caixa corrigido pela poupança?

Nesta quinta-feira (25), a Caixa Econômica Federal lançou uma nova linha de crédito para o financiamento da casa própria, que será corrigida pela caderneta de poupança. O banco oferece outras formas de financiamento, mas esse é mais vantajoso para alguns brasileiros.

Como vai funcionar o financiamento imobiliário da Caixa corrigida pela poupança?
Como vai funcionar o financiamento imobiliário da Caixa corrigida pela poupança? (Imagem: Reprodução Google)

O prazo de pagamento do financiamento é de 35 anos e os juros anuais ficam entre 3,35% para os correntistas e de 3,99% para os não correntistas, somado a variação da poupança que atualmente está em 1,4%.

De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, essa nova linha vai estar disponível a partir de segunda-feira (1).

O orçamento inicial será no valor de R$30 bilhões, mas o montante pode aumentar caso haja uma alta demanda.

Hoje o banco tem cerca de 145,4 milhões de clientes, que mantêm R$ 387,6 bilhões em depósitos na poupança.

Com a taxa da Selic em seu menor patamar histórico de 2% ao ano, o rendimento da poupança é de 70% do seu valor.

Com isso, 1,4% será utilizado na nova linha de crédito imobiliário do banco. Já os juros básicos da economia que estão acima de 8,5% ao ano, a caderneta vai ter rendimento de 0,5% ao mês junto com a Taxa Referencial (TR) que hoje está zerada.

As taxas que serão aplicadas pelo banco vão seguir eventuais variações da Selic, porém há um limite, então se os juros básicos ultrapassem 8,5% ao ano a nova linha de crédito vai cobrar, no máximo 6,17% ao ano, além do percentual fixo de 3,35% a 3,99%, dependendo do cliente.

Essa é a quarta modalidade de financiamento oferecido pela Caixa. O banco possui a linha tradicional que é corrigida pela TR e com juros entre 6,25% e 8% ao ano.

Há o crédito atrelado à inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), com juros entre 2,95% e 4,95% ao ano. E a terceira linha é o empréstimo com juros fixos de 8% e 9,75% ao ano.

Essa nova linha faz com que a Caixa siga as tendências que já foram observadas na concorrência.

O Itaú e o Banco Inter lançaram em 2020, linhas de crédito parecidas. O Itaú tem uma linha com taxa de juros fixos de 3,99% mais o rendimento da poupança e o banco Inter a taxa de juros é fixada em 4%.

Jheniffer FreitasJheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.