ProUni 2021: Como conseguir bolsa de 100% na universidade privada?

O Programa Universidade para Todos (ProUni) foi criado em 2004 com a intenção de incluir os estudantes que não conseguem pagar a faculdade. Sendo assim, são selecionados estudantes para terem bolsas parciais e integrais em universidades particulares. 

ProUni 2021: Como conseguir bolsa de 100% na universidade privada?
ProUni 2021: Como conseguir bolsa de 100% na universidade privada? (Foto: Google)
publicidade

As bolsas podem ser de 50% ou de 100%, mas para isso é necessário que o estudantes esteja encaixado nos requisitos.

Na primeira edição de 2021, o Programa não vai utilizar as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) mais recente, ou seja, de 2020.

Essa decisão foi tomada pelo Ministério da Educação (MEC) para que a mantivesse a seleção em janeiro, embora o ENEM fosse realizado no mesmo mês.

Como funciona o Prouni?

O programa abre semestralmente inscrições para os estudantes se candidatarem às bolsas de estudos.

Os candidatos devem ter feito a última edição do Enem e atingido a nota mínima de 450 pontos, não pode ter zerado a redação e ter renda familiar de até 3 salários mínimos.

Quem pode participar?

Para participar é necessário:

  • ter cursado o ensino médio completo na rede pública;
  • ter sido bolsista integral em escolas particulares durante todo o ensino médio;
  • ter alguma deficiência;
  • ser professor da rede pública de ensino, na educação básica.

Com exceção dos docentes, os outros candidatos não podem ter diploma do ensino superior.

Renda

O programa concede direito a bolsa de estudo nas universidades particulares. Esses tem duas modalidades:

  • bolsa integral (100%):  renda familiar mensal per capita de até 1,5 salário mínimo;
  • bolsa parcial (50% da mensalidade): renda familiar mensal per capita de 1,5 a 3 salários mínimos.

Como se inscrever?

A inscrição pode ser realizada totalmente online pelo site do Prouni. Após isso é preciso realizar um cadastro fornecendo o CPF e o número de inscrição do último Enem.

O prazo para a realização da inscrição é de quatro dias, por isso não deixe para a última hora já que o site pode ficar congestionado e acabar não conseguindo realizar a inscrição.

Lista de espera

Os estudantes que não forem convocados nas duas primeiras chamadas devem manifestar interesse em permanecer no processo seletivo.

Neste ano essa manifestação pode ser feita entre os dias 18 e 19 de fevereiro. A lista de espera vai estar disponível para consulta após o dia 22 de fevereiro.

Jheniffer FreitasJheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.